CULTURA
Zezé Maku representa Roraima no Mapa Literário Nacional
A seleção realizada pela Revista Super Interessante se baseou em número de prêmios ganhos, participações em Academia de Letras e se o autor é reconhecido por sintetizar a identidade de cada estado
Por Raisa Carvalho
Em 20/07/2017 às 00:22
Para representar Roraima, o escritor Zezé Maku foi o escolhido

Vinte e sete autores mais representativos de cada estado brasileiro foram escolhidos para fazer parte do Mapa Literário. A seleção realizada pela Revista Super Interessante se baseou em número de prêmios ganhos, participações em Academia de Letras de suas respectivas federações, cobrança nos vestibulares locais, número de traduções para línguas estrangeiras e, é claro, se o autor é reconhecido por sintetizar a identidade de cada estado — não sendo determinante seu local de nascimento.

Para representar Roraima, o escritor Zezé Maku, autor de oito livros dedicados ao público infantil foi o escolhido. Suas obras abordam histórias de animais ameaçados de extinção e educação ambiental, além de lendas e mitos da cultura roraimense. Segundo ele, suas obras literárias pretendem incentivar a inserção da Educação Ambiental nas práticas educacionais diárias da educação básica.

“Escrever para crianças é diferente do que escrever para os adultos, eles absorvem mais, são o caminho mais rápido para um futuro que se importa com a preservação do ambiente em que vivemos, que se preocupa com o planeta terra, com o clima, com os animais”, disse.

Segundo o autor, a sua inspiração poética vem do berço de sua criação enquanto morava em sua cidade natal no Maranhão. “A minha educação sempre foi ligada a literatura de cordel e a música repentista, com base estrutural no trovadorismo. A partir daí, assimilei isso ao meu mundo. Pois morava numa região de mata e tinha muitos contatos com os animais, depois vim morar em Roraima, há mais de quarenta anos, onde pude ter contato com a natureza, os animais, tudo isso sempre me emocionou e foi a minha grande inspiração”.

Miranda de Aquino

Em sua infância participou de concursos literários e competições de leitura em seu período escolar.

“Como sou professor, percebi que poemas infantis que podem servir como ferramenta pedagógica para múltiplas atividades que despertem a consciência para uma vida com um significado mais profundo e ecológico”, disse.

Durante a carreira, o autor participou de diversos eventos literários, entre eles, três vezes da Bienal do livro que ocorreu em Brasília e a 3ª Olimpíada de saúde e meio ambiente do Brasil. Ainda esse ano, o escritor irá representar Roraima na Feira Cultural da Puc que irá ocorrer em Goiás no mês de outubro.

“Aos poucos as portas vão se abrindo, receber esse destaque da Revista Super Interessante foi uma delas, me pegou de surpresa, não esperava. Achei uma honra, uma oportunidade e visibilidade para quem escreve em Roraima”, contou.

Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!