RESTAURANTE POPULAR
Vereador quer que restaurantes populares voltem a atender população boa-vistense
Por Paola Carvalho
Em 04/12/2017 às 01:41
O parlamentar acredita que a medida vai gerar novos empregos e renda para os trabalhadores, em parceria com agricultores familiares (Foto: Diane Sampaio)

O fechamento dos restaurantes populares no Estado foi tema do programa Agenda Parlamentar, na Rádio Folha, 1020 AM, no último sábado, 2. A ideia de retomar as atividades desses estabelecimentos é defendida pelo vereador Ítalo Otávio (PR).

Conforme o parlamentar, a iniciativa partiu de lideranças da sociedade de Boa Vista, principalmente, por conta da crise econômica enfrentada pelo país. “Os próprios moradores elencaram essa medida como uma das alternativas viáveis de economia”, explicou.

“É claro que o restaurante popular não perdeu a sua principal característica, de afugentar a fome daqueles que precisam e estão passando por um momento complicado, mas também pode ser considerado como meio de espantar a crise”, ressaltou. “Com a ideia, o trabalhador não gastará gasolina para ir em casa, nem tempo para fazer almoço. Ao contrário, poderá almoçar com comodidade, rapidez e qualidade”, frisou.

IMIGRANTES – Outro ponto levantado pelo vereador é a questão do fluxo migratório em Boa Vista, onde se vê muitas pessoas necessitadas, comercializando produtos diversos e até pedindo para conseguir um prato de comida.

“Nos semáforos da cidade, a gente vê muita gente com placas procurando emprego, limpando vidro de carro, vendendo algum tipo de produto para ganhar dinheiro.

Para essas pessoas, o restaurante popular também seria importante”, disse. “Não estávamos preparados para receber os venezuelanos aqui em Boa Vista, mas já que está acontecendo, temos que procurar alternativas, maneiras de resolver o problema”, completou.

Além disso, o vereador acreditar que a reativação dos restaurantes populares ajudaria a economia local, principalmente, se o projeto de funcionamento estiver ligado à agricultura familiar. “Vamos ter que fechar com o produtor para fornecer gêneros de qualidade e mais baratos, produzidos aqui. Arroz, carne, ou seja, gerar emprego, renda para o nosso município e acabar com a fome. As estruturas dos restaurantes que não são utilizadas podem ser revitalizadas, e criar novos, nos bairros Silvio Leite, Pintolândia, Raiar do Sol, para que os trabalhadores usufruam de uma iniciativa como essa”.

ORÇAMENTO – O vereador acrescentou que, como a Câmara aprecia a Lei Orçamentária Anual (LOA) e o Plano Plurianual (PPA), é importante que medidas como essa, de grande impacto financeiro, também sejam discutidas.

“Eu perdi a oportunidade de colocar uma emenda relacionada à implantação do restaurante popular. O prazo expirou, mas dia 19 a LOA devera ser votada. Pretendo levar esse debate para a Câmara e vejo que muitos vereadores gostaram da ideia e outros tiveram ideias semelhantes. Confio no resultado que a implantação dos restaurantes pode gerar”, finalizou. (P.C.)

Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!