POLÍTICA
Senador que votou pelo impeachment pede desculpas à Dilma
Gostei (1) Não gostei (7)
“Maior equívoco da minha vida”, disse Telmário Motta
Por Folha Web
Em 21/02/2018 às 19:00
Agora percebo que botei uma quadrilha ali, disse o senador Telmário Motta (Foto: Reprodução/TV Senado)

O senador Telmário Motta (PTB-RR) acaba de integrar a lista dos “arrependidos do golpe”. Em discurso na tribuna do Senado nesta terça-feira (20), o senador pediu desculpas à ex-presidenta Dilma Rousseff por ter votado favoravelmente ao processo de impeachment.

“Eu, infelizmente, cometi o maior equívoco da minha vida. O maior equívoco político da minha vida foi ter votado a favor desse impeachment, porque agora percebo que botei uma quadrilha ali”, disse ao final de uma fala em que criticava o presidente Michel Temer pela falta de “vontade política” em resolver a situação dos refugiados venezuelanos no estado de Roraima.

“Quero até aqui, de público, pedir desculpas, Dilma, porque você foi a melhor Presidenta para o meu Estado. Lamentavelmente, essa quadrilha hoje está sacrificando o meu Estado”, completou Motta.

Confira abaixo, a transcrição de parte de seu discurso e, na sequência, o vídeo com a íntegra de sua fala.

“No lugar de atender aos anseios do povo de Roraima, está atendendo a anseios políticos de pessoas que jogam no quanto pior, melhor, lamentavelmente.

Então, está lá o Incra dificultando só o que é fácil: assinar um Termo de Cooperação Técnica – só assinar. O recurso já está à disposição da FEMARH, para realmente se fazer esse Cadastro Ambiental Rural.

Por último, ainda o Incra – e aqui a Secretaria de Segurança Nacional – está dificultando ao Governo do Estado receber o assentimento, que é uma autorização da Secretaria de Segurança Nacional, para que seja titular das terras de 12 glebas. Aquilo vai beneficiar a área rural e a área urbana, vai dar àquela população realmente… As terras passarão a ser definitivamente do proprietário".

Esperança disse: Em 22/02/2018 às 09:46:51

"O senhor tem que pedir desculpas também ao povo de Roraima que votou em vc achando que por ser um filho da terra iria defender o estado e honrar cada voto que recebeu. Um erro atrás do outro, possivelmente votou contra a Dilma por outros interesses. Fiquem tranquilos nobres políticos de Roraima, que as eleições se aproximam e não vamos esquecer o que fizeram por nossa Roraima."

marcus disse: Em 21/02/2018 às 23:06:52

"O senador não sabe o que quer . um dia estava num avião babando a Dilma e depois votou contra ela agora se arrepende . tem que decidir qual pica quer sentar senador do kid bengala ou do big mack. ta parecento puta intereiceira."

Charlecion disse: Em 21/02/2018 às 20:40:58

"Muito tarde Senador, vossa senhoria apoiou esse golpe que manchou nossa democracia."

Fernando disse: Em 21/02/2018 às 20:36:08

"Senador mais ridículo que existe. Não tem convicção de nada e não faz nada que preste. Sai dai!!!!!"

pimpolho disse: Em 21/02/2018 às 20:34:29

"Engraçado este senador que não representa nada para este estado agora vir se justificar a merda que acha que fez!deveria era trabalhar ao invés de ficar se retratando pra corja dos facista!"

Fernando disse: Em 21/02/2018 às 20:26:07

"Uma quadrilha falando mal da outra. Deus nos salve disso tudo."

Marco Aurelio Pinheiro Sousa disse: Em 21/02/2018 às 20:22:39

"Senador mal caráter, espero que o Roraimense pense mais antes de votar e não eleja qualquer um, muito menos um despreparado!"

Paulinho disse: Em 21/02/2018 às 20:01:07

"Um processo aberto pelo PSDB de Aécio Neves, recebido por Eduardo Cunha, e o beneficiado seria o PMDB de Jucá e Temer. Não saber que era um golpe... "

ADNIL BARROS CAVALCANTE disse: Em 21/02/2018 às 19:42:26

"Em razão da falta de assentimento prévio por parte do Conselho de Defesa Nacional (CDN), o Iteraima apenas vem emitindo a Autorização de Ocupação aos produtores rurais com validade de até três anos, que não permite que acessem operações de INVESTIMENTOS nos Bancos, cujas normas, exigem GARANTIAS REAIS para referido tipo de operação aos minis, pequenos, médios e grandes produtores rurais, obrigando que ele tenha o TÍTULO DE PROPRIEDADE da terra, a qual ficará hipotecada ao Banco pelo prazo, inclusive de carência, que viabilize o projeto. Assim, urge que o poder Executivo e Legislativo façam gestões junto ao ministério competente em Brasília para que dentro da brevidade possível saia a anuência prévia do Conselho de Defesa Nacional (CDN) que foi prometida à governadora e deputados federais há bastante tempo. É louvável a atual atuação do Iteraima em emitir a Autorização de Ocupação (AO), por ser um documento que automaticamente embasará o Instituto a emitir futuramente o Título Definitivo após o assentimento do CDN. Assim, quando o Iteraima começar a emitir os títulos de propriedades aos produtores rurais, certamente, o crédito rural no Estado crescerá de forma exponencial, podendo até utilizar a força de trabalho dos venezuelanos que estão em processo de imigração em nosso Estado. Paralelamente a regularização fundiária, deve-se, também, equacionar a construção do linhão de Tucuruí que se arrasta por muito tempo, pois sem energia abundante, confiável e barata não há desenvolvimento econômico e social. Nos produtores rurais estamos ansiosos aguardando referidos títulos e o linhão de Tucuruí."

Castro disse: Em 21/02/2018 às 19:28:27

"Esse senador pirou de vez esse ano tem eleição seu cego não a espaço para lamentos temos que ter atitude voto 100% nulo nessas eleições e militarizar o país e mudar esse acordo de imigração"

Marcelo Lima disse: Em 21/02/2018 às 19:28:25

"Senador telmario quero tambem aqui Pedir desculpas aos eleitores de Roraima pelo voto em voce hoje o meu Estado tem um senador a menos."

Damiao disse: Em 21/02/2018 às 19:16:05

"Traidor, vira casaca, senador melância, teu mandato vai acabar um dia e tu não vai ser mais nem presidente de Bairro."