SEM KIMONO DA IBJJF
Roraimense Lucas Hulk brilha nos EUA e fatura duplo ouro no Mundial de Jiu-Jitsu
Gostei (0) Não gostei (0)
Mostrando força nas quedas e técnica nas finalizações, o roraimense Lucas Hulk conquistou duas medalhas de ouro e mais um mundial sem kimono nos Estados Unidos para o currículo
Por Ribamar Rocha
Em 19/12/2017 às 00:14
Roraimense mostrou técnica e garra para conquistar mais um mundial (Foto: IBJJF)

O supercampeão roraimense Lucas Hulk conquistou duas medalhas de ouro no Campeonato Mundial de Jiu-Jitsu Sem Kimono da IBJJF (International Brazilian Jiu-Jitsu Federation), realizado nos dias 16 e 17 de dezembro, em Anaheim, EUA. Último grande evento da temporada, o torneio trouxe grandes emoções para os fãs da arte suave com os melhores lutadores do mundo.

Na divisão de faixa-preta, o nome da vez foi o de Lucas Hulk. Depois de se jogar de cabeça na divisão de Super Pesados, subindo duas categorias, o nome da Academia Atos, dos Estados Unidos, fez bonito e faturou o ouro na categoria. Ainda não satisfeito, o casca-grossa não parou por aí e faturou a medalha de ouro também no Aberto.

Na sua categoria, Hulk finalizou todas as suas lutas, inclusive a final contra João Assis (Associação Checkmat), no estrangulamento norte-sul. Já no Aberto, depois de mais uma vez finalizar todos até chegar a final e vencer o atual vice-campeão da categoria Pesadíssimo, João Gabriel Rocha (Associação Soul Fighters) por uma queda (2 a 0) e garantir o duplo ouro com o sucesso no Absoluto.

Na disputa por equipes, no masculino, as duas medalhas de ouro do roraimense ajudaram a Academia Atos a ficar com o título de campeã geral, com exatos 100 pontos, seguida de longe pela Associação PSLPB Cícero Costha, com 54 pontos, e com a Brasa CTA em terceiro, com 52 pontos. No feminino geral, a Gracie Barra somou 62 pontos pelo título, seguida pela Alliance, com 37 pontos, e com a Gracie Humaitá em terceiro, com 36.

Segundo informou a revista Gracie Mag, outros nomes conhecidos no mundo das competições de Jiu-Jitsu, como Keenan Cornelius, Roberto Cyborg, João Miyao e Caio Terra também ficaram com o ouro na competição.

À Folha, o irmão de Lucas Hulk, e também atleta e treinador, Andre Fabiano, informou que com a conquista das duas medalhas de ouro neste final de semana, Lucas se tornou tetracampeão Mundial de Jiu-Jitsu sem Kimono (No Gi), tendo conquistado em 2015 a categoria Adulto faixa preta Meio Pesado, em 2016 pela categoria Adulto faixa preta Pesado e agora conquistou o título na categoria Adulto faixa preta Super Pesado e Absoluto.

“Lucas sempre foi um garoto que se destacou nas competições de Jiu-Jitsu locais e nacionais. Em Roraima, sempre treinou na Associação Extremo Norte de Lutas, onde foi graduado à faixa preta da arte suave e teve como professor eu, seu irmão, André Fabiano”, disse. “Hoje o Lucas treina e representa a renomada Academia Atos, em San Diego, Califórnia, EUA, onde também dá aulas de Jiu-Jitsu”, finalizou.

Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!