CONTA DE ENERGIA
Roraima fica fora de redução na tarifa
A Aneel anunciou no dia 29 de dezembro, a aplicação da bandeira verde em quase todos os estados
Por Folha Web
Em 31/12/2017 às 01:51
Roraima fica fora por não fazer parte do Sistema Interligado Nacional (Foto: Diane Sampaio)

Na última sexta-feira, 29, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) anunciou que em janeiro, a bandeira tarifária das contas de luz será a verde, quando não há cobrança de taxa extra. A medida vale para todas as regiões abastecidas pelo Sistema Interligado Nacional (SIN) de distribuição de energia.

Roraima está fora porque é abastecido pelo Linhão de Guri, da Venezuela. Nos meses de outubro e novembro, a bandeira aplicada pela Aneel foi a vermelha patamar 2, a mais cara do sistema, com cobrança adicional de R$ 5 para cada 100 kWh (quilowatts-hora) consumidos.

A bandeira tarifária é aplicada conforme o nível de água dos reservatórios onde estão instaladas as usinas geradoras.

Em dezembro, a agência reguladora baixou a bandeira vermelha para o patamar 1, quando são cobrados R$ 3 a cada 100 kWh. A taxa extra se deve ao acionamento das usinas térmicas, que tem um custo maior para a produção de energia.

No início de dezembro, a Aneel já havia sinalizado a possibilidade de cobrança da tarifa amarela em janeiro, quando o valor extra é de R$ 1 a cada 100 kWh. No entanto, com a chegada das chuvas, aumentou o nível dos reservatórios, diminuindo a necessidade de acionamento das térmicas e possibilitando a adoção da bandeira verde.

RORAIMA – Além de não fazer parte do SIN, parte da carga da energia consumida em Roraima vem de usinas termelétricas, que consomem óleo diesel. A redução não seria justificável, pois o nível dos reservatórios nas hidrelétricas no restante do país não influencia em nada o fornecimento de energia no Estado. Além disso, o sistema de cobrança de energia em Roraima não utiliza o sistema de bandeiras.

OUTRO LADO – A Folha procurou a Eletrobras Distribuição Roraima, responsável pelo fornecimento de energia ao Estado, para saber se a redução seria aplicada aqui, assim como os aumentos, porém o contato foi impossível devido ao final de semana.

Rildo Lopes disse: Em 31/12/2017 às 16:15:23

"Engraçado....Para aumentar a justificativa não é a mesma "

Damiao disse: Em 31/12/2017 às 13:28:49

"Na hora de reduzuir Roraima fica fora, mais na Hora de reajuste estamos dentro. Se Roraima tiver-se policos de vergonha nosso estado não era assim. 2018 vamos trocar esses politicos que não querem q nosso estado cresça."

Eliosmar Pimentel disse: Em 31/12/2017 às 12:56:24

"Quando é para aumentar , aumenta rápido , quando é pra baixar , vem com essas Desculpas esfarrapadas . Revoltante isso ."

Fábio Renatto disse: Em 31/12/2017 às 11:56:16

"Engraçado, na hora de aumentar o preço a gente faz parte do Brasil, na hora de diminuir a gente não faz."

jose maria lira da costa disse: Em 31/12/2017 às 08:07:50

"Pois é, por que não fica fora dos aumentos, que a aneel dá, bandos de espertalhões."