ESTIMATIVA POPULACIONAL
Quase metade da população de Roraima veio de outros estados, aponta IBGE
Estima-se que o Estado tenha 514.229 mil habitantes, sendo que 45,3% da população residente veio de fora
Por Luan Guilherme Correia
Em 22/10/2016 às 00:19
Boa Vista é o município mais populoso de Roraima, com 326.419 mil habitantes (Foto: Arquivo/Folha)

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou as estimativas das populações residentes nos 15 municípios de Roraima. O estudo apontou que o Estado segue como o menos populoso do país, com apenas 514.229 mil habitantes, bem atrás do segundo colocado, Amapá, que tem 782.295 mil habitantes. A taxa de crescimento foi de 1,69% entre 2015 e 2016.

No que se refere à composição da população residente, segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) 2014, Roraima possui o segundo maior percentual do País de pessoas não naturais do Estado (45,3% da população residente).

Conforme a pesquisa, a distribuição percentual de homens e mulheres no total da população em Roraima foi de 51,25% e 48,75%, respectivamente. A Capital Boa Vista é o município mais populoso de Roraima, com 326.419 mil habitantes, seguido por Rorainópolis (27.756 mil habitantes), Caracaraí (20.537 mil habitantes) e Mucajaí (16.618 mil habitantes). São Luiz é o município roraimense de menor população, com 7.503 habitantes, seguido de São João da Baliza, com 7.629 habitantes, e Caroebe, com 9.331 habitantes.

A população em idade ativa (15 a 64 anos) corresponde a 65,58% do total, seguida da população jovem (10 a 14 anos), equivalente a 30,98%. O percentual de idosos apresenta uma tendência de crescimento, em 2010 era equivalente a 2,68% da população Roraimense, em 2016 corresponde a 3,44%, o que implica em crescente impacto na receita previdenciária, também levando-se em conta a tendência de diminuição da população em idade ativa.

CÁLCULOS – As estimativas populacionais são utilizadas pelo Tribunal de Contas da União (TCU) no cálculo dos Fundos de Participação de Estados e Municípios e são fundamentais para o cálculo de indicadores econômicos e sócio-demográficos. Esta divulgação anual obedece ao artigo 102 da Lei nº 8.443/1992 e à Lei complementar nº 143/2013.

As populações dos municípios foram estimadas por um procedimento matemático e são o resultado da distribuição das populações do estado, projetadas por métodos demográficos, entre seus diversos municípios. O método baseia-se na projeção da população estadual e na tendência de crescimento dos municípios, delineada pelas populações municipais captadas nos dois últimos Censos Demográficos (2000 e 2010).

As estimativas municipais também incorporam alterações de limites territoriais que tenham ocorrido entre os municípios após 2010. A tabela com a população estimada para cada município foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) de 30 de agosto de 2016. A nota metodológica e a tabela com as estimativas das populações para os 5.570 municípios brasileiros e para as 27 unidades da federação podem ser consultadas no portal do IBGE.

Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!