PENITENCIÁRIA AGRÍCOLA
Presos tentam fuga em massa cavando túnel de trinta metros
Presos estavam perto de concretizar uma fuga em massa quando túnel foi descoberto em uma das alas da Penitenciária de Monte Cristo
Por João Barros
Em 28/09/2017 às 01:10
Túnel estava a quatro metros de profundidade e foi construído a partir da cela 6, na Ala 14 (Foto: Divulgação)

Mais um túnel foi encontrado na Penitenciária Agrícola de Monte Cristo (Pamc), na zona Rural de Boa Vista. Na manhã desta quarta-feira, 27, após denúncia feita por um policial militar que trabalha na guarita do presídio, o Comando de Policiamento da Capital (CPC) fez uso de uma restroescavadeira para encontrar o buraco, que estava a quatro metros de profundidade e tinha 30 metros de cumprimento.

Segundo o comandante da Polícia Militar, coronel Edson Prola, mais de 300 presos estavam na escavação do túnel, que tem quatro metros de profundidade e 25 metros de cumprimento, a partir da ala 14. “Três dias atrás, o soldado PM da guarita ouviu uma batida vinda da muralha durante a madrugada. Ele avisou a guarda, que fez a comunicação ao CPC. O coronel Claudemar conseguiu uma retroescavadeira emprestada da Caerr [Companhia de Águas e Esgotos de Roraima] para fazer a escavação, mas ela não alcançou o túnel. Conseguimos outra de um empresário com braço de 4,5 metros e encontramos o túnel”, disse o comandante que durante todo o dia permaneceu no local.

SEJUC - A Secretaria Estadual de Justiça e Cidadania (Sejuc) informou que desde a terça-feira, 26, as equipes estão trabalhando na escavação na parte externa entre o muro e o alambrado da Pamc. “Quando os trabalhos iniciaram na parte interna, foram encontrados dois túneis na Ala 14 saindo da cela 6, cada um com aproximadamente 30 metros de comprimento e quatro metros de profundidade”, frisou a nota à Folha.

Informou que o buraco foi descoberto após diligência, quando se constatou o furto de cerca de 400 metros de fios utilizados na construção da parte elétrica nas alas 1 e 11 e das bombas de águas. A operação contou com cerca de 50 policiais militares do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) e do setor de inteligência, além de 16 agentes penitenciários do Grupo de Intervenções Táticas (GIT) e o efetivo do plantão.

A Sejuc frisou que deu início aos trabalhos para tampar os túneis e que os presos envolvidos na escavação serão identificados e sofrerão sanções previstas na Lei de Execuções Penais (LEP). (J.B)

???? disse: Em 28/09/2017 às 08:32:40

"ATENÇÃO IBAMA, investiguem a penitenciária, os presos estão com uma criação de tatus. ¯ \ _ (?) _ / ¯"