INCÊNDIO
Populares incendeiam terreno e bombeiros lutam para combater chamas
Gostei (0) Não gostei (0)
Por João Barros
Em 03/03/2018 às 00:44
O fogo só foi controlado por volta das 11h30. A fumaça tóxica deixou moradores e comerciantes incomodados (Foto: Hione Nunes)

Por volta das 10h30 de ontem, dia 2, moradores e proprietários de pontos comerciais da Avenida Ville Roy, na altura do bairro São Vicente, zona Sul da Capital, ligaram para o Corpo de Bombeiros para comunicar que um incêndio de grandes proporções estaria acontecendo num terreno que fica nos fundos de um ponto comercial.

A informação de um comerciante é de que uma família venezuelana estaria morando no ponto comercial há algum tempo e que fazem aproveitamento de madeiras para cozinhar. “A gente acredita que eles possam ter acendido o fogo e acabou se alastrando e perderam o controle da situação”, explicou.

Quando a reportagem da Folha chegou ao local do fato, o Corpo de Bombeiros já estava realizando as ações. A ocorrência foi atendida por cinco militares que constituem a Guarnição de Combate a Incêndio do Auto Tanque que realizaram o combate direto às chamas e a proteção das áreas adjacentes. A quantidade de fumaça era o que mais incomodava os moradores. “Nós não conseguimos respirar direito porque a fumaça é tóxica, além disso, o material queimado expele cinzas que estão entrando para dentro das residências e dos comércios”, reclamou um empresário.

Somente às 11h30 o fogo foi controlado pelos bombeiros. O material queimado é constituído principalmente de restos de produtos descartados de tapeçaria, o que fez com que o fogo se intensificasse, dando muito trabalho aos bombeiros.

A Folha entrou em contato com o CBMRR (Corpo de Bombeiros Militar de Roraima) que informou, por meio de nota, que o incêndio se deu por conta do acúmulo de lixo, entulhos e vegetação seca.

Quando questionados sobre o alerta da corporação para que incêndios sejam evitados, a orientação à população é que jogue o lixo em locais apropriados, onde há o devido recolhimento e que não queimem restos de resíduos que deveriam ser jogados em lugares apropriados, principalmente próximo a residências. “Jogar lixo nas ruas, quintais e em áreas de preservação pode aumentar o risco de incêndios como o desta sexta-feira”, ressaltaram os bombeiros. (J.B)

Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!