PIROMANÍACO DA MECEJANA
Polícia diz que ataque a venezuelanos foi feito por uma pessoa
Autor dos crimes já foi identificado e pode ser preso a qualquer momento
Por Folha Web
Em 09/02/2018 às 15:28
(Foto: Divulgação)

O autor dos crimes cometidos contra venezuelanos no bairro Mecejana em Boa Vista já foi identificado e está sendo procurado pela Polícia. A informação foi dada em uma coletiva de imprensa na tarde dessa sexta-feira (09) pela cúpula da Polícia Civil.

De acordo com o delegado titular da Delegacia-Geral de Homicídios (DGH), da Polícia Civil de Roraima, Cristiano Camapum, o infrator é responsável por três ataques. Entre os casos, um homem e uma mulher foram queimados no dia 05 de fevereiro, depois o homem atingiu uma família de venezuelanos no dia 08 de fevereiro.

Antes desses crimes, o mesmo infrator jogou uma bomba de líquido inflamável em um Posto de lavagem no dia 31 de janeiro, o caso não teve vítimas, apenas danos materiais.

A polícia ligou os três crimes pelo fato do homem ter lançado uma bomba de líquido inflamável, com a mesma ‘assinatura’ além do fato dos crimes terem ocorrido no mesmo bairro da cidade, o Mecejana.

“Os vídeos mostram que uma única pessoa lançou um líquido inflamável, basicamente do mesmo ‘modos operandi’. A partir daí, começamos a trabalhar com a possibilidade de ser a mesma pessoa, e estamos tentando localizar o autor. Ele já foi parcialmente identificado, nós já sabemos que foi essa pessoa que cometeu todos os crimes” informou.

Segundo o delegado, as equipes da Polícia já estão nas ruas para a prisão que configura ainda caso de flagrante.
“Não iremos divulgar nome e nacionalidade, para não prejudicar a captura do suspeito que tem esse perfil piromaníaco, já que ele está usando o fogo para cometer crimes de homicídio. Caso não seja possível a prisão em flagrante, vai ser representado o pedido pela prisão preventiva ou temporária. A gente ainda vai estudar qual das duas é a melhor opção”, ressaltou Camapum.

Ainda segundo o Delegado, não se sabe qual seria a motivação do crime. “Ainda não podemos afirmar se o caso é uma represália contra os venezuelanos, ou se foi apenas uma coincidência pelo fato do autor encontrar mais facilidade pra atacar esses venezuelanos” relatou.

Rildo Lopes disse: Em 09/02/2018 às 21:59:22

"Foi feito por uma pessoa! Poderia ter sido por um animal?"

JOTACE disse: Em 09/02/2018 às 21:30:12

"Será mesmo???"