PORTARIA DO MEC
Piso dos professores de Roraima não terá reajuste em 2018, diz secretário
Por Luan Guilherme Correia
Em 30/12/2017 às 01:48
Secretário estadual de Educação, José Gomes: “Salário dos professores de Roraima é um dos maiores em comparação a outros Estados” (Foto: Hione Nunes)

A portaria do Ministério da Educação (MEC) que estabelece um aumento de 6,81% para o piso salarial dos professores para 2018 não deve beneficiar os profissionais em Educação de Roraima.

Segundo o titular da Secretaria Estadual de Educação (Seed), José Gomes, todos os professores da rede estadual recebem salários acima do piso nacional e o novo percentual de reajuste não terá impacto com a folha de pagamento.

Os docentes efetivos e seletivados têm três tipos de contrato: o de 25 horas semanais, com salário inicial de R$ 2.317,90; o de 30 horas com remuneração de R$ 3.782,94; e o de 40 horas por semana, que ganham aproximadamente R$ 5.043,92. Por estar acima do índice de inflação prevista para este ano, o piso nacional do magistério terá um ganho real de 3,9% e um salário de R$ 2.455,35, para jornada de 40 horas semanais.

“São salários acima do piso, porque aqui concedemos outros benefícios, como a GID [Gratificação de Incorporação à Docência] e auxílio de localidade no caso dos professores que atuam no interior. Hoje o salário dos professores de Roraima é um dos maiores em relação a outros Estados”, afirmou Gomes.

Conforme o secretário, a única previsão de reajuste nos salários será para os professores que forem enquadrados conforme a Lei 892/2013 e de acordo com a disponibilidade orçamentária do Estado. “Existe uma comissão específica para o enquadramento, que é feito de forma gradativa de acordo com a disponibilidade orçamentária. Na medida em que foram sendo enquadrados os salários serão reajustados”, frisou.

Do orçamento de R$ 3,6 bilhões para o próximo ano, a previsão de gastos do Poder Executivo com a Secretaria de Educação é de R$ 209 milhões, além de R$ 418 milhões para o Fundeb (Fundo Nacional da Educação Básica). (L.G.C)

Marco Aurelio Pinheiro Sousa disse: Em 30/12/2017 às 12:50:36

"ESSE GOVERNO É UMA PIADA! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk"

David Souza disse: Em 30/12/2017 às 07:21:38

"Dizer que o salário dos professores do estado de Roraima é maior do os demais estados, mas a energia é a mais cara a uva mais de 16 reais o kilo, o tomate um absurdo, no geral frutas e verduras o preço é um absurdo a qualidade passa longe. A gasolina então um absurdo. Realmente se fizermos as contas em relação as demais estados ganhamos menos. Há e as passagens aéreas que pra deslocar para outros estados, enquanto os professores de outros estados pagam 200 reais nós pagamos 1000 reais de passagem aérea para curtir as férias."

jose maria lira da costa disse: Em 30/12/2017 às 06:36:13

"Se fosse por isso Secretário, um juiz não teria aumento de salário porque ganha um salário de 33 mil, um vereador que tem salário altíssimo não poderia receber aumento, vocês são muito é esperto, onde está o aumento da comparação da inflação, desde 2016 que o governo não dá os 5% isso é lei, 2018 está chegando junto vem às eleições, vai ter troco. "