RORAIMA SEGURA
Operação prende homem que dirigia por embriaguez
A ação faz parte da Operação Roraima Segura, que visa aumentar o policiamento em rodovias federais
Por Folha Web
Em 16/11/2017 às 15:00
PRF inicia operação Roraima Segura nas regiões sul e leste do estado (Foto: Divulgação)

No início da madrugada dessa quinta-feira (16), durante policiamento em Rorainópolis, a Polícia Rodoviária Federal avistou uma motocicleta que seguia de forma suspeita pela BR-174.

De acordo com os agentes, foi dada a ordem de parada, o veículo desobedeceu ao comando dos agentes e iniciou uma fuga ao longo da rodovia, que só terminou alguns quilômetros após o acompanhamento do veículo pelos policiais.

No momento da abordagem, o condutor apresentou visíveis sinais de embriaguez alcoólica, o que ficou confirmado após teste do etilômetro de forma voluntária pelo motorista. A quantidade obtida no resultado do teste estava acima de 0,3 miligrama de álcool por litro de ar alveolar, fato que configura crime de trânsito previsto no artigo 306 do Código de trânsito Brasileiro.

O condutor foi encaminhado à delegacia da Polícia Civil de Rorainópolis para esclarecimentos, novas consultas e providências.

Roraima Segura

A ação faz parte da Operação Roraima Segura, que visa aumentar o policiamento em rodovias federais nas regiões sul e leste do estado. A ação tem o objetivo de coibir ocorrências de diversos crimes como roubo e furto de veículos, tráfico de drogas e armas de fogo, além da verificação de pessoas foragidas do sistema penitenciário e com mandado de prisão em aberto.

A operação segue até o final do mês de dezembro e também intensificará as fiscalizações de trânsito devido ao período registrar aumento no fluxo de veículos em rodovias federais de todo o país. Em Roraima, as fiscalizações a veículos de carga transportando excesso de peso serão redobradas em virtude do grande dano que esse tipo de irregularidade causa ao pavimento das vias, gerando risco a todos os seus usuários.

As BR-174 e 401 receberão maior atenção por serem corredores de entrada do estado, onde passam a maioria dos ilícitos.

Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!