COPA SÃO PAULO DE FUTEBOL J
No fim, Vasco empata com o São Raimundo na Copinha
Time carioca estragou a festa do time roraimense que vencia até os 44 minutos do segundo tempo
Por Lucas Luckezie
Em 05/01/2016 às 16:25
Atacante Paulo Vitor, do Vasco, disputa bola com atacante Caio Souza, do São Raimundo (Foto: Carlos Gregório/C.R. Vasco da Gama)

Aos 44 minutos do segundo tempo, o Vasco acabou com a alegria do São Raimundo, ao empatar por 1 a 1, nesta terça-feira, no estádio Nicolau Alayon, em São Paulo, pela segunda rodada do grupo 27 da Copa São Paulo de Futebol Júnior.

A equipe roraimense, que vencia com um golaço de Luan, marcado aos 39 minutos da etapa inicial, visando a inédita classificação para a próxima fase da Copinha, chegou a dois pontos. Com a mesma pontuação, o adversário carioca é o vice-líder, por ter um gol a mais que o Mundão.

Desta forma, a classificação do time roraimense pode ser definida na próxima quinta-feira, dia 7, às 14 horas (de Brasília), no Nicolau Alayon. O Mundão enfrentará o Guaicurus (MS), que venceu o Nacional (SP) mais cedo, por 2 a 1, e é líder da chave, com quatro pontos

Apesar do domínio do Vasco em boa parte do jogo, o São Raimundo soube melhor aproveitar as chances que teve. A equipe roraimense conseguiu assustar melhor através de bola parada. Aos 39 minutos do primeiro tempo, o meia Luan cobrou falta com perfeição e mandou no ângulo direito do goleiro João Pedro, um golaço.

Na etapa final, o time roraimense venceu o cansaço dos adversários cariocas, e jogou melhor que o primeiro tempo, ao obter mais finalizações, que poderiam realmente se transformar em gol. Em dois minutos, o Mundão teve duas grandes chances.

Aos 37, Sabonete recebeu passe no meio-campo, driblou o goleiro João Pedro, que se adiantou, e, com o gol aberto, chutou fraco para um defensor vascaíno afastar. No minuto seguinte, o atacante Juan, que acabara de entrar em campo, deu passe para Sabonete na direita. O meia recebeu e bateu fraco pela diagonal e a bola raspou a trave.

Até que aos 44 minutos, o Vasco teve a última grande chance do jogo, em um lance de bola parada. Eduardo Melo cobrou falta de longa distância e mandou no fundo do gol, e impediu a vitória roraimense.

Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!