BR-174
Motorista de carreta é preso com notas fiscais falsas em fiscalização
Por João Barros
Em 01/02/2018 às 00:39
O condutor foi conduzido ao 5º DP para prestar esclarecimentos e o bitrem foi recolhido ao pátio da PRF (Foto: Divulgação/PRF)

Na manhã de ontem, 31, agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) prenderam em flagrante delito o condutor de uma carreta bitrem, por apresentar notas fiscais falsas durante abordagem de fiscalização realizada no km 491 da BR-174, no Município de Boa Vista.

Os policiais verificaram que a documentação da carga não era verdadeira, além disso, o peso transportado também não era equivalente ao que informavam as notas fiscais. Somente após consulta no sistema, ficou comprovada a falsificação, tendo em vista que os dados oficiais eram incompatíveis com o que estava impresso e foi apresentado à equipe policial pelo motorista.

Depois de ser questionado, o condutor confessou que a carga foi entregue a ele com dois documentos. Um verdadeiro, para ser inserido no sistema da Secretaria da Fazenda do Estado de Roraima (Sefaz), no posto localizado na Vila de Jundiá, Sul do Estado, e a outra nota falsificada para apresentar em uma possível fiscalização da PRF. Diante dos fatos, constatou-se que o veículo transportava 86 mil quilos, quando o permitido para aquele tipo de carga bitrem é de apenas 74 toneladas.

“O motorista foi preso pelo crime de uso de documentos falsos ou alterados, descrito no artigo 304 do Código Penal e encaminhado ao 5º Distrito de Polícia Civil para os procedimentos cabíveis. A empresa responsável pela carga também foi citada pela falsificação dos documentos, ato também previsto na lei penal”, informou a PRF.

Tanto o caminhão “cavalo”, quanto os reboques foram recolhidos ao pátio contratado da PRF para cumprimento das sanções administrativas e devem ser entregues somente ao responsável pela empresa, após atender todos os procedimentos legais.

EXCESSO DE PESO – O transporte de carga em excesso é uma das principais ações combatidas pela PRF, devido a esse tipo de infração gerar sérios danos ao pavimento das rodovias, consequentemente, ocasionando acidentes de trânsito. (J.B)

Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!