EM BOA VISTA
Moradores reclamam de aumento na água
Por Folha Web
Em 22/01/2018 às 01:17
Mesmo mantendo o consumo anterior, o atual valor das contas supera aqueles do mês anterior (Fotógrafo: Diane Sampaio)

Moradores da capital reclamam de aumentos nos valores das contas cobradas pela Companhia de Água e Esgotos de Roraima (Caerr). Alegam que mesmo com manutenção do consumo nas residências, as contas chegaram com valor acima do esperado.

Na manhã de sábado (20), a Folha percorreu alguns bairros da cidade e ouviu reclamações de moradores. Além dessas, uma postada nas redes sociais, recebeu cerca de 100 comentários relatando o mesmo problema.

Marcelo Aurélio Ferreira, 34 anos, morador do bairro 13 de Setembro, ficou surpreso ao receber a conta de água do mês de janeiro com aumento de quase R$ 15, em relação ao mês anterior.

Disse que o mesmo problema ocorreu com sua vizinha, que em dezembro pagou R$ 63,4, e em janeiro a conta chegou à casa dos R$ 80,00.

Marcelo disse que outros moradores do bairro no qual reside tiveram o mesmo problema. “Alguns ligaram à Caerr para reclamar e tiveram a mesma resposta. O aumento foi de reajuste previsto em lei. Mas, todos estão abismados e indignados”, afirma.

Moradora do bairro Caimbé, Camila de Barros, 35 anos, disse que também foi surpreendida com o valor da conta de água referente ao mês de janeiro. Anteriormente ela pagava R$ 80,00, este mês teve que pagar R$ 97,00. “Não entendo como o preço aumentou se não houve aumento de consumo”, reclama.

O aposentado Itamar Almeida, 70 anos, morador do bairro Silvio Botelho, reclama do mesmo problema. Em dezembro a conta de água foi R$ 32,28, em janeiro, R$ 45,83. “Moro só eu e minha esposa. Pagamos pouco porque nosso consumo é mínimo. Não aumentamos o nosso consumo de água. Isto é fato. Por que o preço veio mais alto?”, questionou.

EMPRESA – Por meio de Nota à imprensa, a Caerr informou que desde o dia 1º de janeiro está em vigor o reajuste anual na tarifa de água. Para o exercício de 2018, o reajuste tarifário foi de 15,01%.

A Companhia ressalta que o reajuste é necessário para que a empresa mantenha o equilíbrio econômico-financeiro e faça melhorias na prestação dos serviços.

A Nota informa que o reajuste aprovado pela Diretoria Executiva incide sobre a tarifa de água e serviços como taxa de esgoto, para as categorias residencial, comercial, industrial, social e pública.

Ainda, que o percentual foi definido após orientação e consultoria técnica, do Programa de Modernização do Setor de Saneamento da Companhia. Diz que a tarifa cobrada em Roraima é uma das menores em toda a Região Norte.

Para o esclarecimento de dúvidas, os clientes podem entrar em contato com a Companhia, por meio do telefone 0800.280.9520, de segunda-feira a sexta-feira, das 7h às 18h. Aos sábados, domingos e feriados, das 8h às 18h; pelo aplicativo Caerr Mobile ou por meio do portal www.caer.com.br. (E.S)

disse: Em 22/01/2018 às 21:10:54

"Coitado de quem depende de um salário mínimo para se sustentar, pagar energia elétrica, comprar o gás e agora pagar 15% a mais na água. Sabendo que moramos num país que é banhado por doce, mas para utilizarmos água a realidade é outra, custa caro.?"

Carlos evandro pereira de menezes disse: Em 22/01/2018 às 10:22:01

"Atenção governo do estado, o site do servidor não está acessando a vários dias, por favor arrumem."

caio disse: Em 22/01/2018 às 08:46:17

"15%?? é cada exagero, até parece que o povo ta cheio da grana."