FALTA DE INFRAESTRUTURA
Moradores do Caranã reclamam da falta de pavimentação nas vias
Gostei (0) Não gostei (0)
Por Folha Web
Em 15/02/2018 às 01:18

Moradores do bairro Caranã, localizado na zona Oeste de Boa Vista, denunciaram à reportagem da Folha a falta de infraestrutura na região. Segundo eles, muitas ruas do bairro não têm asfalto, os terrenos baldios estão cheios de entulho e faltam medicamentos no posto de saúde. Os denunciantes alegam que já ligaram para a Central 156, da Prefeitura de Boa Vista, mas não obtiveram retorno positivo.

De acordo com Silene Maia, moradora do bairro há aproximadamente dez anos, o problema das ruas sem asfalto e com buracos é antigo, o que causa prejuízo para quem tem carro. Para eles, já é rotina ir às oficinas em busca de manutenção por causa dos danos causados nos veículos.

“Convivemos com esse problema de ruas sem asfalto e esburacadas no nosso bairro há muitos anos. Nós que possuímos moto ou carro vamos quase que diariamente a oficinas para fazer consertos. Mesmo tendo todo cuidado, sempre ‘folga’ ou quebra alguma coisa no veículo”, reclamou.

Já Sônia Santos, moradora da Rua Cicero Corrêa, disse à reportagem que dificilmente existem medicamentos na unidade básica de saúde do bairro. Ela contou que sempre que os médicos receitam um remédio específico é preciso comprar na farmácia particular, pois no posto de saúde só se encontra dipirona ultimamente. “Esse bairro está um caos. Sempre que precisamos ir ao posto de saúde os médicos nos receitam medicamentos, e temos que comprar fora, pois nunca tem remédio”, disse.

A moradora da Rua Parimé Brasil, Gerlane Araújo, relatou que há muitos terrenos baldios com muito mato e entulho, inclusive carrocerias de veículos. Ela contou à Folha que já ligou para a Central 156, mas nenhuma solução foi apresentada. “O nosso grande problema, são esses entulhos nos terrenos baldios, até carros destruídos têm! Eu já passei a situação para a Prefeitura, através do 156, mas nada foi feito para resolver”, disse.

OUTRO LADO - A Secretaria Municipal de Obras informou que o trecho que não tem asfalto na Rua Hitler de Lucena, no bairro Caranã, está incluso no processo de drenagem e pavimentação, que está em licitação pelo Programa Calha Norte, do Governo Federal. Após os trâmites licitatórios, os serviços poderão iniciar no local.

Já a Secretaria Municipal de Saúde alegou que o Posto de Saúde Mariano de Andrade, no bairro Caranã, possui todos os medicamentos essenciais e faz reposição dos estoques semanalmente.

Com relação a entulhos nas ruas, a Secretaria Municipal de Serviços Públicos e Meio Ambiente frisou que, segundo o Código de Postura do Município, os entulhos e galhadas são de responsabilidade do morador e só devem ser colocados na frente das casas quando o Documento de Arrecadação Municipal (DAM) já tiver sido pago.

O serviço de retirada de entulhos e galhadas deve ser solicitado por meio do site da Secretaria Municipal de Economia, Planejamento e Finanças: boavista.saatri.com.br, ou na própria secretaria, localizada na Rua Coronel Pinto, Nº 188, Centro. O contribuinte deve pagar uma taxa de R$ 200,00, no caso de galhadas, e R$ 300,00 para recolhimento de entulhos por carrada. Ou o morador pode contratar serviços privados de empresas que trabalham com recolhimento de entulhos.

A Prefeitura de Boa Vista frisou que sempre alerta e orienta, por meio de campanhas de conscientização, para que a população não jogue indevidamente entulhos e galhadas nas vias da cidade, que além de atrair doenças, entupir bueiros, causar alagamentos, também acarreta em multa para quem o pratica.

A administração municipal ressaltou que é dever da população manter as ruas limpas e também deve denunciar quem deixa lixo, entulhos e galhadas nas ruas, por meio da Central de Atendimento 156. A ligação é gratuita e o telefone funciona 24 horas por dia, todos os dias da semana. (E.S)

Fabricio Maia disse: Em 15/02/2018 às 10:19:59

"Tá tudo uma Maravilha, a população que tá mentindo. "