JUDÔ
Invicto em 2017, Kerlon Pessoa é graduado faixa amarela pela Associação Kodokan RR
O atleta está invicto desde que começou a lutar judô, no Projeto Social da Vila Olímpica Roberto Marinho em 2016, nunca perdeu uma luta, acumulando 24 vitórias
Por Ribamar Rocha
Em 24/12/2017 às 00:14
Judoca Kerlon Pessoa exibe orgulhoso as medalhas conquistadas este ano (Fotos: Divulgação)

O judoca Kerlon Pessoa, categoria Sub 13, teve um ano de 2017 de importantes conquistas e uma delas foi a graduação de faixa azul para a faixa amarela, realizada pelo sensei Paulo Cesar de Oliveira na noite desta quinta-feira na sede da Associação Kodokan Roraima de Judô. 

Paulo Oliveira informou que durante os testes de graduação foram aplicadas oito técnicas de projeção e três técnicas de solo, com imobilizações, mais a prova oral sobre a história e ensinamentos do judô.

“O Kerlon apresentou excelentes técnicas de projeção e de solo e nas imobilizações, e mostrou conhecimento na prova oral e sobre a história e ensinamentos do judô”, disse.

Prestes a completar 11 anos, dia 3 de janeiro de 2018, Kerlon é um dos nomes da modalidade no Estado e apresentou técnica que o credencia para representar Roraima em competições regionais e nacionais. O atleta está invicto desde que começou a lutar judô, no Projeto Social da Vila Olímpica Roberto Marinho em 2016, nunca perdeu uma luta, acumulando 24 vitórias.

Entre as principais conquistas do jovem atleta estão os títulos de campeão: do Open Estudantil-RR; Copa Fejama, em Manaus-AM; Copa Jikoro Kano em Manaus-AM; Copa Glória em Manaus-AM; Copa Samel em Manaus-AM; Copa Fortaleza Internacional de Judô, em Fortaleza-CE; Primeiro Open de Judô-RR e bicampeão Estadual 2017.

“Escolhi o judô porque é um esporte que me identifiquei e vi que iria me ajudar muito na construção de um caráter de homem bom através da sua disciplina e ética”, disse. “E a perspectiva para 2018 é muito grande porque vou estrear em uma nova categoria, a Sub 13, e estamos treinando muito para disputar o Regional de Judô, que será realizado em Manaus, se vencer vamos participar da Seletiva Nacional para entrar para Seleção Brasileira de Judô da categoria Sub 13, essa é a meta de 2018”, afirmou Kerlon.

Para o professor Paulo Cesar, que é o presidente da Federação de Judô do Estado de Roraima (Fejur), 2017 foi um ano de grandes comemorações. “Este foi um bom ano. Tivemos cinco competições estaduais. Participamos de cinco eventos interestaduais e o Campeonato Brasileiro Regional, na Cidade de Belém/PA. Participamos dos campeonatos Brasileiros Finais nas categorias, Sub 13, Sub 18, Sub 21 e Sênior”, disse.

“Esperamos que em 2018 possamos melhorar nossa posição no Ranking Nacional, para isso, buscaremos uma melhora tanto na parte física quanto técnica, em treinos mais fortes”, finalizou.

Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!