PCRR APROVADO
Governo pretende lançar concurso para agentes penitenciários ainda este ano
Sindicato afirma que concurso é essencial porque número atual de agentes penitenciários é insuficiente para atender demanda
Por Luan Guilherme Correia
Em 22/06/2017 às 01:21
Presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários, Lindomar Sobrinho (Foto: Arquivo/Folha)

Depois da aprovação do Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração (PCCR) dos agentes penitenciários que atuam no Sistema Prisional de Roraima, o sindicato cobra a realização de concurso público. O Governo do Estado informou que pretende lançar o edital do concurso ainda este ano.

Segundo o presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários de Roraima (Sindap), Lindomar Sobrinho, a realização do concurso foi uma das promessas do governo. “A nossa expectativa era abrir 350 vagas. Vamos fazer movimentos com a sociedade civil para cobrar esse concurso”, disse.

Segundo ele, a categoria conta com pouco mais de 280 agentes, sendo necessário mais 600 profissionais para suprir a demanda do sistema prisional do Estado. “Se inaugurarem os presídios como prometeram, esse efetivo que temos hoje não vai dar conta de jeito nenhum. Esperamos que ainda este ano o edital seja lançado para que o concurso seja realizado no ano que vem”, explicou.

O sindicalista disse ter recebido a informação de que a Secretaria Estadual de Justiça e Cidadania (Sejuc) teria montado uma comissão para tratar do concurso. Ele informou que o sindicato irá realizar, ainda este mês, uma audiência pública na Assembleia Legislativa e vai colher o máximo de assinaturas possíveis para solicitar dos parlamentares uma indicação ao Executivo para a imediata realização do certame.

CONCURSO – De acordo com a publicação no Diário Oficial do Estado (Doerr), do dia 26 de abril, serão ofertadas de 300 a 350 vagas de agentes penitenciários para preenchimento imediato. Não haverá limite máximo de idade para ocupar o cargo, como chegou a ser especulado. Para ingressar na carreira, basta ter 18 anos completos. Das vagas ofertadas no concurso público, 20% deverão ser destinadas às candidatas do sexo feminino. O edital também deverá trazer vagas para pessoas com deficiência.

GOVERNO – Em nota, o Governo do Estado informou que, com a aprovação e a sanção do PCRR dos agentes penitenciários, pretende lançar ainda este ano o edital do concurso público para agentes penitenciários. “A expectativa é que sejam ofertadas 300 vagas para complementar o quadro atual e também ter efetivo necessário para implantação de novas unidades prisionais em Roraima”, frisou. (L.G.C)

Martins Silva disse: Em 22/06/2017 às 09:50:34

"Muito bom, mais postos de trabalho para absorver a população que tanto se dedica aos estudos profissionalizantes no Estado. A PM e a GCM tiveram seus efetivos incorporados mais trabalhadores pela segurança pública... Mais profissionais de segurança pública para proteger os cidadãos roraimenses. Parabéns ao governo do povo que vem investindo em segurança pública para a população boavistense se sentir mais segura!"