PRIMEIRO ESCALÃO
Governo muda adjuntos em duas secretarias
Gostei (19) Não gostei (18)
Ex-prefeito Iradilson Sampaio passou a integrar o governo e cúpula da Segurança Pública sofre alteração
Por Cyneida Correia
Em 14/12/2017 às 01:43
Ex-prefeito de Boa Vista, Iradilson Sampaio, foi nomeado como adjunto da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Foto: Arquivo/Folha)

O Governo do Estado realizou mais mudanças no primeiro escalão, desta vez mudando os adjuntos de duas secretarias estaduais. A primeira mudança ocorreu na Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa). O ex-prefeito de Boa Vista, Iradilson Sampaio (PSB), assumiu como adjunto da pasta, conforme antecipado pela coluna Parabólica, da Folha.

Iradilson tem uma enorme folha de serviços prestados ao povo roraimense como prefeito de Boa Vista, secretário estadual de Agricultura, presidente da antiga EMATER-RR e delegado federal de Agricultura. Ele preside atualmente a Executiva Estadual do PSB. A mudança está no Diário Oficial do Estado (DOERR) do dia 12 de dezembro e publicada na manhã de ontem, 13.

O então secretário adjunto de Agricultura, Francisco Wolney Costa da Silva, foi exonerado e nomeado como Coordenador do Consórcio Interestadual de Desenvolvimento Sustentável da Amazônia Legal.

A segunda mudança, ainda de forma extraoficial, vai ocorrer na Secretaria de Segurança Pública e também já havia sido antecipada pela Parabólica. A secretária adjunta Haydèe Magalhães, que já foi secretária de Segurança Pública interina e Delegada-Geral da Polícia Civil, deixará o cargo e se tornará delegada Regional da Polícia Civil. Em seu lugar assume Ricardo Pedrosa Alves, que já foi chefe da Seção de Inteligência e Segurança Orgânica da Assembleia Legislativa e do Governo de Roraima.

Segundo a Parabólica, a nomeação do novo secretário-adjunto da Secretaria de Segurança Pública, que é agente de polícia, desagrada alguns deputados estaduais da base governista e também os delegados de polícia, que gostariam de ver continuar a tradição de um deles ocupar o posto. Pedrosa assumiu o posto logo após comandar uma operação de resgate de máquinas públicas que estariam fazendo serviço numa fazenda particular.

O decreto com as alterações na Segurança Pública ainda não está publicado, mas deve sair no próximo Diário Oficial do Estado. A Folha procurou a Secretária de Segurança Pública, delegada Giuliana Castro, que não quis falar sobre as alterações e informou que só se pronunciará após a publicação no Diário Oficial.

José Carlos Pacheco de Oliveira disse: Em 14/12/2017 às 11:03:02

"Esse governo só sabe ressuscitar múmias!"

RIPA NA XULIPA disse: Em 14/12/2017 às 09:45:19

"as vezes acho que esse pessoal fuma alguma coisa"