COLETA DE LIXO
Garis são vítimas de lixo mal embalado
Gostei (3) Não gostei (3)
Por Folha Web
Em 31/12/2017 às 01:38
Objetos cortantes e perfurantes devem ser acondicionados em embalagens resistentes para evitar acidentes (Foto: Nilzete Franco)

A falta de cuidado na hora de descartar o lixo doméstico pode ocasionar sérios acidentes aos trabalhadores da coleta de lixo. Em Boa Vista, técnicos da Sanepav dizem que em média, os garis relatam quatro acidentes de trabalho por mês.

“Por duas vezes eu tive a mão cortada por cacos de vidro que estavam em sacolas plásticas. Foram ferimentos sem maior gravidade, mas que podem nos impedir de trabalhar, mesmo utilizando equipamentos de proteção”, relatou um gari que optou por não se identificar.

Objetos cortantes como louças, vidros, lâminas de barbear, facas e latas vazias são os mais citados pelos trabalhadores, além de seringas com agulhas são encontradas com frequência. Todos acondicionados de forma negligente nas lixeiras domésticas.

“É comum encontrar esses objetos em sacolas plásticas ou soltos pelo chão. Isso dificulta o nosso trabalho, trazendo riscos e existem maneiras simples de jogar o lixo de forma correta”, frisou.

ORIENTAÇÃO – Existem diversas formas de acondicionar esses objetos. “Louças, vidros quebrados, ou outros objetos cortantes podem ser empacotados em jornais ou caixas, em seguida o ideal é que seja utilizado algum tipo de fita para dar maior resistência”, informou Bruna Pinheiro, técnica em Segurança do Trabalho.

Seringas com agulhas devem ser acondicionadas em garrafas pet ou em qualquer outro recipiente resistente. “Além disso, esse tipo de objeto deve ser destinado de forma correta, entregue em Unidades Básicas de Saúde ou em lugares que façam a coleta de lixo hospitalar”, reforçou.

Aldair disse: Em 02/01/2018 às 08:01:32

"É certo que temos que tomar esses cuidados, porém mais certo e OBRIGATORIO é o uso de EPI (equipamento de proteção individual) que deveria ser fornecido pela empresa para os garis. Com a luva adequada (à venda em qualquer loja de material de construção) os acidentes desse tipo seriam zero. E mais, se a empresa nao estiver fornecendo o equipamento, poderá ser responsabilizada."