MANIFESTAÇÃO
Frente Sindical faz mobilização contra terceirização e reforma da Previdência
Gostei (7) Não gostei (6)
Por Folha Web
Em 05/12/2017 às 00:34
Ao longo do ano, trabalhadores realizaram diversas manifestações em Boa Vista (Foto: Arquivo/Folha)

A Frente Sindical, Popular e de Lutas de Roraima realiza hoje, 5, mais uma manifestação dos trabalhadores dos setores públicos e privados contra a reforma da Previdência. A mobilização acontece das 6h às 9 horas com panfletagem no Terminal de Ônibus José Campanha Wanderley e na Avenida Jaime Brasil, ambos no Centro, e no Terminal do Caimbé, na zona Oeste.

No período da tarde, a concentração será às 15 horas na Avenida Ene Garcez, em frente à Universidade Federal de Roraima (UFRR). Os servidores sairão em carreata pela Avenida Ene Garcez, Avenida Brigadeiro Eduardo Gomes, Avenida Venezuela, Avenida Mário Homem de Melo, Avenida São Sebastião, Avenida Ataíde Teive, finalizando na Praça do Centro Cívico.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Federais no Estado de Roraima (Sindsep-RR), José Carlos de Oliveira Gibim, a mobilização é mais uma das manifestações da Frente Sindical, que é contra todo e qualquer tipo de reforma que venha trazer malefícios ao trabalhador brasileiro.

Ele declarou a importância da ação, uma vez que o Governo Federal está, segundo Gibim, retirando os direitos conquistados pelos trabalhadores. “Estamos dando continuidade aos atos contra a reforma da Previdência, porque ela existe para prejudicar o trabalhador”, disse. O presidente afirmou que os servidores não vão aceitar pagar contas de corrupção ou de uma má gestão, tendo em vista que o dinheiro contribuído com a Previdência já é descontado nos contracheques.

Gibim concluiu frisando que as atividades realizadas na terça-feira, 5, são um aquecimento para uma manifestação pública maior, prevista para o dia 12. No dia seguinte, dia 13, está prevista a votação da reforma da Previdência na Câmara Federal. “Essa é apenas uma preparação para a grande manifestação do dia 12, que antecede a votação da reforma da Previdência. Vamos nos unir para vencer essa luta”, concluiu. (E.S)

Enfermeiros aproveitam o momento para reivindicar direitos específicos

O presidente do Sindicato dos Profissionais de Enfermagem do Estado de Roraima (Sindprer), Melquisedek Menezes, afirmou que a categoria vai aproveitar o momento e reunir a classe para uma mobilização a partir das 7 horas, em frente ao Hospital Geral de Roraima (HGR).

Os servidores vão reivindicar o atraso no pagamento dos salários, valorização dos trabalhadores da enfermagem, revisão geral anual, pagamento das progressões e retroativo dos trabalhadores dos concursos de 2004, 2007 e 2013, além das condições de trabalho. “Vamos aproveitar o dia para fazer as reivindicações específicas da categoria. Vamos nos reunir em frente ao Hospital Geral de Roraima para manifestar nossa insatisfação e lutar pelos nossos direitos”, informou. (E.S)

Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!