TRABALHO INFANTIL
Fiscalização flagra quatro adolescentes trabalhando em aterro sanitário
Outros jovens correram em direção a um matagal ao verem os agentes em fiscalização
Por Folha Web
Em 04/12/2017 às 18:00
A ação foi realizada pelo Ministério do Trabalho (MTE) com apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF) (Foto: Divulgação)

Quatro adolescentes, entre 14 e 16 anos, foram encontradas em situação de trabalho infantil no aterro sanitário de Boa Vista no último sábado (02). A ação foi realizada pelo Ministério do Trabalho (MTE) com apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF), com o objetivo de realizar fiscalização de trabalho infantil no local. As jovens estavam no local desde a noite anterior.

A atividade é considerada uma das 97 piores formas de trabalho infantil listadas no decreto 6.481/2008.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, a área não está totalmente cercada, o que facilita o ingresso de menores e adultos estranhos ao quadro de funcionários no local. Uma adolescente foi encaminhada ao conselho tutelar devido estar em situação de risco. Outros jovens correram em direção ao matagal ao lado do aterro ao verem os agentes em fiscalização.

O outro lado - A Prefeitura de Boa Vista informou por meio de nota que a empresa responsável pela administração do aterro sanitário já vem tomando todas as providências necessárias desde a interdição do aterro, para evitar a entrada de pessoas não autorizadas, mas infelizmente algumas pessoas insistem em voltar.

"Já está sendo feito a vigilância para reforçar a segurança do local e coibir o acesso de pessoas não autorizadas, além de outras medidas, como cercas ao redor da área e retirada de pontes improvisadas" disse a nota.

Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!