OPERAÇÃO CURARETINGA IX
Exército destrói acampamento de garimpo ilegal na Terra Yanomami
Por Folha Web
Em 29/03/2017 às 01:12
Exército também tem feito bloqueio ao longo do trecho sul da BR-174 (Foto: Divulgação)

Uma área que servia de acampamento para garimpeiros que trabalhavam ilegalmente na Terra Indígena Yanomami foi destruída pela 1ª Brigada de Infantaria de Selva Aeromóvel, sediado em Manaus (AM), durante a Operação Curaretinga IX, na segunda-feira, 27. 

A ação conjunta está sendo realizada no Rio Uraricoera, Norte do Estado, com apoio da Polícia Federal, Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Renováveis (Ibama) e Fundação Nacional do Índio (Funai). De acordo com informações do Exército, os garimpeiros conseguiram fugir para o interior da selva. O material de garimpagem foi aprendido e o acampamento inutilizado.

A Operação Curaretinga IX visa coibir crimes transfronteiriços e ambientais nas regiões de fronteira do Estado. Em pouco menos de três meses, de 23 de janeiro a 17 de março, o Exército apreendeu 1.434 litros de gasolina, 7,2 kg de drogas e 12 veículos, além de prender 10 indivíduos.

Ainda como parte do desdobramento da operação, a 1ª Brigada, por meio do 10º Grupo de Artilharia de Selva, realizou ações de combate a ilícitos através de Postos de Bloqueio e Controle de Estradas (PBCE) e patrulhamentos na faixa de fronteira de Roraima. Foram apreendidos 7 metros cúbicos de madeira Itaúba proveniente de extração ilegal. A apreensão ocorreu no Km 500 da região de Novo Paraíso, no Município de Caracaraí, região Centro-Sul do Estado.

Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!