PELAS COSTAS
Dono de bar é morto a tiros
O autor dos disparos seria um homem sem camisa, usando bermuda de surfista e com a cabeça coberta por um pano
Por João Barros
Em 05/12/2017 às 00:43

Raimundo Nonato Avelino Souza, de 54 anos, proprietário de um estabelecimento comercial localizado na Rua Brilho do Sol, bairro Raiar do Sol, zona Oeste de Boa Vista, foi assassinado com dois tiros no começo da madrugada de ontem, dia 4. Uma garçonete, de 20 anos, que prestava serviços no local também ficou ferida no tornozelo. O caso aconteceu por volta de 00h40min. A vítima morreu no local, enquanto a jovem foi socorrida ao trauma do Hospital Geral de Roraima (HGR).

Policiais do 2o Batalhão da Polícia Militar informaram que faziam patrulhamento pelas imediações quando foram acionados para atender à ocorrência de disparo de arma de fogo. Quando chegaram ao local, encontraram Raimundo no chão, sem sinais vitais, e a garçonete sentada ao lado do corpo, rodeada por vários populares que se aglomeraram no bar.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi chamado para prestar socorro à jovem ferida. Ela foi levada ao Pronto Socorro Francisco Elesbão no HGR onde recebeu atendimento médico especializado e não corre risco de morte.

O médico socorrista atestou o óbito do dono do bar e, após os procedimentos técnicos dos peritos, uma equipe do Instituto de Medicina Legal (IML) removeu o corpo, que passou por exame cadavérico na manhã de ontem, antes de ser liberado à família. No bolso detrás da bermuda da vítima foi encontrada a quantia de R$ 850. O dinheiro foi entregue ao filho de Raimundo.

A PM relatou que Raimundo tinha perfurações no lado esquerdo do peito e acima do joelho da perna direita. Segundo testemunhas, a vítima estava sentada em uma cadeira no momento em que foi surpreendida pelas costas com quatro tiros, no entanto, somente dois atingiram o homem.

O autor dos disparos seria um homem sem camisa, usando bermuda de surfista, com a cabeça coberta por um pano, com estatura de aproximadamente 1.60 m. Depois de atirar, ele saiu correndo pela Avenida Brilho do Sol, em direção à Rua Estrela do Norte. No local foram encontradas quatro cápsulas deflagradas de munição ponto 40.

O caso foi encaminhado à Delegacia-Geral de Homicídios para ser apurado. O autor dos disparos ainda não foi preso. (J.B)

Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!