FLUXO MIGRATÓRIO
Deputados de RR presidem Comissão que vai acompanhar crise migratória
Gostei (0) Não gostei (0)
Por Folha Web
Em 08/03/2018 às 01:34
Carlos Andrade e Remídio Monai integram a comissão (Foto: Alice Andrade)

Foi instalada na Câmara dos Deputados, a Comissão Externa da Crise na Venezuela (CEXRR), destinada a acompanhar o crescente fluxo de imigrantes no estado de Roraima. Três deputados federais por Roraima estão compondo a comissão, que tem o objetivo de fiscalizar e avaliar a adequabilidade das ações de acolhimento aos imigrantes, além de acompanhar a gestão do fluxo realizada pelo Governo Federal e as implicações ao estado de Roraima na segurança, saúde, educação e assistência social. 

A comissão é presidida pelo deputado Carlos Andrade (PHS) e tem como relatores os deputados Remídio Monai, que atuará nas áreas de proteção social, educação e segurança pública, e Maria Helena (PSB), que abrange a área da saúde.

Carlos Andrade explicou que a comissão fará visitas às regiões de maior vulnerabilidade social do estado, além de levantar o impacto negativo causado pelo fluxo migratório no estado. “Os serviços básicos essenciais já não são suficientes para atender a nossa demanda. E, hoje, com a imigração, que já representa mais de 10% da população do estado, os serviços estão um caos”, disse.

Na sessão de instalação, Remídio Monai fez a exposição do plano de trabalho elaborado a partir de cinco eixos centrais, que consistem no levantamento de diagnósticos, interlocução com autoridades brasileiras, interlocução com lideranças entre os imigrantes, levantamento do impacto negativo na prestação dos serviços públicos e verificação dos compromissos assumidos em relação à garantia dos direitos humanos.

O deputado sugeriu o período de março a maio para as visitas às autoridades, realização de audiências com todos os grupos de interesse e com a finalização das atividades prevista para o mês de junho. “A previsão é iniciar as visitas no estado a partir desta quinta-feira e colocar em prática as ações propostas no plano de trabalho. Nossa intenção é buscar uma solução rápida e efetiva a esta complexa questão que tanto aflige os nossos cidadãos e ainda os imigrantes que cruzam a fronteira diariamente”, salientou.

Em Roraima, os deputados vão acompanhar a realidade cotidiana dos assentamentos de imigrantes e dialogar com autoridades locais. Em Brasília, vão realizar audiências públicas com organizações que gerenciam serviços nas regiões de crise, além de ouvir especialistas em questões migratórias.

Rildo Lopes disse: Em 08/03/2018 às 14:54:35

"Convido a população a formar uma comissão para que possamos trabalhar um único eixo....Um basta na classe politica suja...etc."

iracundo disse: Em 08/03/2018 às 11:58:05

"Senhores deputados, aproveitem que foi instalado essa comissão e, ajudem as autoridades locais, a atenderem o desejo do Roraimense. Pelo menos, imponham restrições a entrada de venezuelanos, para que ,ainda que não cesse, pelo menos diminua. Já que os Srs são CAGÃO mesmo e não farão PORRA nenhuma para ajudar a mudar essa fossa a céu aberto que a VENEZUELA transformou o nosso ESTADO!!! "

falei disse: Em 08/03/2018 às 11:24:31

"Parabéns aos Deputados que nos últimos segundos da prorrogação irão acompanhar a crise migratória. Associando as crises no Estado, chamo a atenção dos Deputados que se eles não tomrem nenhuma providência vamos ter uma grande crise, que será marcada pela impossibilidade dos pequenos produtores escoarem os seus produtos por falta de estradas e pontes, principalmente na Região do Roxinho nas vicinais 12,14,16,17. Alertamos agora porque está próximo o início do inverno. Falei e disse. "