PROJETOS E AÇÕES
Comitiva de prefeitos do Amapá vem conhecer Plano de Gestão de Boa Vista
Grupo veio ver como são desenvolvidos os projetos e ações para que possam levar as ideias aos municípios do Amapá
Por Folha Web
Em 14/09/2017 às 01:58
Prefeita Teresa Surita fez um balanço dos quatro anos de mandato na Capital (Foto: Divulgação)

Uma comitiva composta por 14 prefeitos e representantes do Sebrae do Estado do Amapá veio a Boa Vista a fim de conhecer o Plano de Gestão da Prefeitura de Boa Vista, apresentado na manhã desta quarta-feira, 13, no auditório do Palácio 9 de Julho, no bairro São Francisco, zona norte. Após a solenidade, a comitiva percorreu vários pontos da cidade, onde os integrantes puderam conhecer os principais projetos desenvolvidos pela prefeita Teresa Surita (PMDB).

A prefeita apresentou um balanço dos quatro anos e oito meses de mandato. “Estou muito feliz com esta oportunidade. Boa Vista tem despertado um interesse geral devido à transformação que ela sofreu. Nós temos outra cidade, embora a gente ainda tenha muita coisa que precisa ser feita. E pudemos então dividir experiências. Nós também estamos aprendendo com eles. Ser prefeito de uma cidade, na minha avaliação, é ter o cargo mais difícil de enfrentar. Sempre há muito trabalho, pouco recurso, muitos problemas. E quando há um encontro de prefeitos como este há uma troca muito grande de experiência boa para todo mundo”, disse Teresa.

Durante a tarde, a comitiva seguiu um cronograma de visitas, que incluiu o Projeto Crescer, no bairro Calungá; o Hospital Santo Antônio; a Casa-Mãe e o Cras Centenário; Creche ProInfância Waldinete Carvalho, no bairro Silvio Leite, o Parque Germano Augusto Sampaio e a Vila Olímpica Roberto Marinho, além da Praça das Águas e o Complexo Ayrton Senna.

Para o prefeito de Santana e presidente da Associação dos Municípios do Amapá (Ameap), Ofirney Sadala, o encontro foi proveitoso e serviu para que ele e os demais gestores pudessem ampliar os conhecimentos em gestão pública, aplicando em seus municípios as experiências de sucesso que ocorrem na capital roraimense.

“Esses contatos com gestões inovadoras e que deram certo, como foi o caso da Prefeitura de Boa Vista, com certeza nos permite ter uma visão maior e melhor dos programas e ações que podem ser aplicadas em nossa realidade. Pudemos conhecer de perto um pouco do que é feito na cidade e queremos levar um pouco dessas ideias aos municípios do Amapá”.

Para o prefeito do Município de Amapá, Carlos Sampaio, o que mais lhe impressionou foi a forma como Teresa Surita desenvolveu a cidade em meio aos poucos recursos possíveis durante uma crise. “Viemos conhecer as boas práticas que a Prefeitura de Boa Vista está fazendo. Nós que temos apenas nove meses de gestão, temos que absorver essas ideias que estão acontecendo, principalmente numa época de crise, onde há escassez de recursos. Temos que fazer mais com menos e é isso que a prefeita Teresa tem feito para melhorar a cidade. Então, todo movimento empreendedor é aquilo que nós temos que seguir fazer”, afirmou.

O superintendente do Sebrae-AP, João Carlos Alvarenga, afirmou que Boa Vista é um grande modelo de cidade dentro da Amazônia e também para o Brasil. E a proposta da comitiva na Capital foi justamente para ampliar os conhecimentos e aumentar a capacidade de gestão nos municípios, criando ambientes favoráveis aos empreendedores.

“Criar um ambiente favorável ao empreendedorismo só é possível a partir de uma boa gestão municipal. Quando a gente vê uma gestão que pensa em tudo o que é feito, como acontece em Boa Vista, precisamos buscar soluções também para a nossa realidade. Não é demérito para ninguém copiar algo que vem dando bons resultados. Com essa visita, ouvimos a prefeita Teresa e soubemos como ela tem aplicado o planejamento de sua gestão. Retornaremos às nossas cidades com muito conhecimento e muito mais motivados para trabalhar”.

Nesta quinta-feira, 14, a comitiva amapaense continua o tour por Boa Vista, a partir das 9h, em um encontro promovido pelo Sebrae-RR. Pela tarde, os integrantes devem visitar o Centro de Ciências, Tecnologia e Inovação (CCTI), o programa Família que Acolhe e as obras do Mini Terminal de Ônibus e do Teatro Municipal, com encerramento na Praça do Mirandinha, onde vão acontecer apresentações culturais, feira de artesanato e uma aula da Academia Aberta.

Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!