CRISE MIGRATÓRIA
Comissão de deputados vai acompanhar visita do Governo Federal a Roraima
Por Paola Carvalho
Em 01/02/2018 às 01:20
Objetivo é acompanhar a força tarefa do Governo Federal que virá ao Estado, já com algumas soluções, informou o deputado Remídio Monai (Foto: Arquivo/Folha)

A visita dos ministros da Justiça, Defesa e do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República agendada para a próxima semana em Roraima deverá contar com apoio de uma comissão formada por deputados federais de Roraima e de outros estados.

De acordo com o deputado Remídio Monai (PR), após a reunião de parte da bancada roraimense com o presidente Michel Temer (PMDB) e representantes dos Ministérios, ficou definida a criação da Comissão Externa na Câmara dos Deputados, destinada a acompanhar o fluxo crescente de imigrantes venezuelanos que vem ocorrendo no Estado de Roraima.

A expectativa é que a criação da comissão seja debatida já na próxima semana, após o fim do recesso parlamentar. Somente com a aprovação da Comissão que serão definidos quais serão os membros, explicou Monai. “É claro que a Comissão deve contar com a composição de todos os deputados de Roraima e mais alguns deputados de outros estados, que também foram afetados pela crise migratória”, afirmou o deputado.

“O objetivo é acompanhar essa força tarefa do Governo Federal que deve ir dia 8 de fevereiro para fazer a visita ao Estado, acompanhar de perto a situação e já levar algumas soluções”, completou o parlamentar.

COMISSÃO – O pedido de criação da Comissão Externa é de autoria do deputado Carlos Andrade (PHS), feita em outubro de 2016, ou seja, há cerca de um ano e quatro meses. A medida foi tomada na época em que a questão migratória começou a se agravar consideravelmente, no mesmo período em que o Governo do Estado criou o Gabinete Integrado de Gestão Migratória.

Para Andrade, a criação da Comissão fará com que os parlamentares “possam representar a Câmara dos Deputados em seu papel de fiscalizador a atuação do Poder Executivo, no acompanhamento das medidas a serem adotadas na região para lidar com o fluxo migratório que acomete o Estado”. (P.C)

Damiao disse: Em 01/02/2018 às 14:50:41

"Os babão vao acompanhar, e fazer nada como sempre."

Rildo Lopes disse: Em 01/02/2018 às 10:35:24

"Como sempre, so ganhar diárias!"

rnuj disse: Em 01/02/2018 às 06:58:25

"#VenezuelanoNaoVota TEMOS QUE LEMBRAR NAS REDES SOCIAIS DOS NOSSOS POLÍTICOS QUE ELES VÃO PEDIR VOTOS É DE NÓS, BRASILEIROS!!! #VenezuelanoNaoVota "

Jesus está voltando! disse: Em 02/02/2018 às 08:26:39

"Quem não sabe disso?"