DETRAN
Com inadimplência, Detran quer voltar ao antigo sistema de cobrança de IPVA
Por Folha Web
Em 18/09/2017 às 02:01
Presidente do Detran, Titonho Beserra: “Contribuinte já estava familiarizado com o antigo sistema” (Foto: Diane Sampaio)

O novo sistema de cobrança do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), em vigor desde janeiro deste ano, deixou os contribuintes em Roraima insatisfeitos. Anteriormente, o mês de vencimento era definido pelo último número da placa do veículo. Depois da mudança, todos passaram a pagar em uma única data, com prazo final para 31 de outubro.

Em entrevista ao Programa Agenda da Semana, na Rádio Folha AM 1020, no domingo, 17, o diretor-presidente do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), Titonho Beserra, afirmou que o novo sistema de cobrança aumentou a inadimplência em 61% e que antigo sistema de cobrança pode voltar a ser utilizado.

Bezerra afirmou que os contribuintes já eram familiarizados com o antigo sistema. “O proprietário de veículo ficava despreocupado quanto a data de pagamento do IPVA, pois sabia que era de acordo com a placa do veículo. Ele não precisava fazer nenhuma consulta pra isso, bastava apenas olhar a placa do veículo. Quando a mudança foi implementada, nem todos ficaram sabendo, apesar da divulgação”, disse.

Ele afirmou que, em muitos casos, o proprietário de veículo estava andando em situação irregular sem nem mesmo saber. “Eles só descobriam quando eram parados em blitz. Isso gerou uma revolta muito grande e diversas reclamações. O intuito da mudança era antecipar a arrecadação, mas isso acabou não acontecendo, pois a inadimplência aumentou consideravelmente”, explicou.

O diretor-presidente do Detran afirmou que apresentará um projeto ao Executivo, ainda essa semana, mostrando os dados e solicitando a volta do antigo sistema. “A governadora já sinalizou de forma positiva a volta da data da cobrança de acordo com o final da placa. Na ALE também temos o apoio de diversos parlamentares para que tudo volte como era antes”, destacou.

Titonho Bezerra esclareceu que, ao contrário do que muitos pensam, o Detran não é responsável pela mudança. “Não somos nós que decidimos por esse tipo de mudança. Nem ficamos com os recursos arrecadados, vai tudo para os cofres da Secretaria de Fazenda, que retorna 50% para o Estado e a outra metade para os municípios”, detalhou.

canela disse: Em 10/11/2017 às 21:37:54

"alguem sabe me dizer como ficou a questao do ipva, pq meu carro e final 0 e nao sei se ta em dias ou atrazado, "

canela disse: Em 10/11/2017 às 21:37:04

"alguem sabe me dizer como ficou a questao do ipva, pq meu carro e final 0 e nao sei se ta em dias ou atrazado, "

RIPA NA XULIPA disse: Em 18/09/2017 às 12:31:19

"Parece que esse Detran tá sendo dirigido por uma crianças, não decidem o que querem da vida! a inadimplência é em virtude da crise e não por causa de uma mera data, podem trocar pra qualquer dia que não vai adiantar!"

Leitor assíduo disse: Em 18/09/2017 às 10:55:29

"O IPVA, de acordo com a Lei tributária estadual nº 59/93, é devido anualmente, a partir de 1º de janeiro de cada exercício, para veículos usados ou no momento da aquisição para veículos novos. Ocorre que, por deliberação do Fisco estadual pode ser elaborado um calendário de pagamento para que o contribuinte possa pagar de acordo com o final de placa de seu veículo. Não procede a informação de que este ano todos os contribuintes devam pagar até 31 de outubro. De acordo com o calendário atual, que é sempre elaborado por meio de portaria em conjunto entre a SEFAZ e DETRAN, os vencimentos foram feitos com os finais de placas, de modo que os finais 9 e 0, tiveram o vencimento em 31 de agosto de 2017. Portanto, para o ano que o Governo do Estado, por meio desses órgãos, poderá elaborar um calendário que vinha sendo costumeiramente elaborado, ou seja, o final de placa coincidindo com o mês do ano."

Rildo Lopes disse: Em 18/09/2017 às 10:02:25

"Uma coisa boa. Obrigado!"

Ibernon disse: Em 18/09/2017 às 08:57:04

"Se é para voltar ao antigo sistema, então que deixe também de ser cobrado essa taxa absurda para o corpo de bombeiro. Nós contribuintes não podemos ser penalizados a arcar com contribuições para aparelhar o corpo de bombeiro sabendo que o orçamento deles já está previsto na LDO estadual. Que pagamos pesados impostos sobre tudo que consumimos. Nós somos o povo que mais paga imposto no mundo, isso não é nenhum segredo. Se está faltando recursos nessa corporação pode ser questão de gestão de recursos. Foi uma medida infame cobrar dos donos de veículos por um serviço que na prática já é o dever constitucional dos bombeiros realizar. Daqui a pouco vão também criar uma taxa de combate a incêndio para quem possui um imóvel, uma bicicleta, uma barraca de lona, um chapéu de palha e se duvidar até porque o cidadão tenha ou não cabelo na cabeça. Essa atual geração de políticos brasileiros carecem de sensatez, eles estão tornando o nosso Brasil um país difícil de se viver, uma nação de um povo escravizados por altos imposto para manter governos quase sempre ineficientes, inoperantes e arcaicos. Que momento triste estamos vivendo e o pior sem perspectiva de melhoras. "

emerson caldas disse: Em 18/09/2017 às 08:41:46

"Pura safadeza, quando aconteceu a mudança eu tive que pagar o documento 2 vezes no mesmo não, agora se voltar como eravou ter que pagar novamente, isso é só um meio para arrecadar dinheiro, safadeza desses governos que só pensa em roubar o povo, tomara que essa mulher vai pra cadeia igual o esposo dela foi."

MARCIO MARCELO MUNIZ disse: Em 18/09/2017 às 08:31:06

"Isso é mentira de diretor do DETRAN. Alias o DETRAN foi criado para fazer serviços típicos do estado, o que não acontece há anos, ou seja, poderia ser extinguido pelo governo de RR, pois não serve para a população. Uma autarquia que só planeja multa e prejudicar a população de forma discriminada, um detran que não faz nada em prol da população, hoje serve de poço de dinheiro (dinheiro sujo) arrancado da população para financiar o luxo e campanhas eleitorais. "

ROSINALDO VIEIRA SILVA disse: Em 18/09/2017 às 06:27:49

"Objetivo??? O de sempre arrecadar. O DETRAN está se especializando em tentativas de ludibriar o povo primeiro veio a história dos chips depois a mudança de data dos vencimentos para um mês antes da numeração das placas, mais recentemente a terceirização de serviços de vistoria. Se não for feito nada vai chegar o dia em seremos parados em via pública por agentes de trânsito armados exigindo que entreguemos nossos celulares, relógios e carteiras."