IPVA 2018
Calendário de pagamento do IPVA ainda não foi definido
Gostei (1) Não gostei (125)
Segundo o Chefe de Divisão de arrecadação da Sefaz, o ideal é manter em 2018 a tabela de pagamento de 2017
Por Folha Web
Em 28/12/2017 às 01:41
Proprietários de veículos ainda não podem consultar data e valor do IPVA 2018 (Foto: Hione Nunes)

Os proprietários de veículos ainda não podem consultar as datas de pagamento do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) de 2018. Segundo a Secretaria Estadual da Fazenda (Sefaz), o calendário ainda foi definido por questões internas do órgão. À Folha, o Chefe de Divisão de Arrecadação da Sefaz, Antônio José Leite de Albuquerque, disse que o assunto ainda está em discussão com o Departamento Estadual de Trânsito (Detran).

Para Albuquerque, o ideal é manter a tabela de 2017 para 2018. Ele alegou que o Estado é pobre e precisa arrecadar com agilidade. Ainda segundo o chefe de Divisão de Arrecadação, várias reuniões já aconteceram entre a Sefaz e o Detran, mas até a manhã de ontem, dia 27, não houve consenso. “Já participamos de diversas reuniões com o pessoal do Detran com o objetivo da definição da tabela do imposto para 2018, mas ainda não chegamos a uma decisão final”, informou.

Ele reforçou que a Sefaz defende que a tabela adotada para 2018 seja a mesma deste ano, levando em consideração a grande necessidade de arrecadação que o Estado tem. Já a proposta do Detran seria uma nova tabela com prazos mais longos de pagamentos para os proprietários de veículos, o que não é viável para arrecadação do Estado.“A Sefaz sabe da necessidade de arrecadação e, para isso, a tabela de 2017 deve ser mantida em 2018.

Prazos mais longos de pagamento para o imposto inviabilizarão a arrecadação”, afirmou Antônio José Leite de Albuquerque.

DETRAN – A equipe da Folha tentou contato com o Departamento Estadual de Trânsito, por meio da Secretaria Estadual de Comunicação, mas até o fechamento da matéria não obteve retorno.

IPVA – O Imposto Sobre Propriedade de Veiculo Automotor é um imposto destinado a todas as pessoas que possuem carros, motos, caminhões, ônibus entre outros. Esse valor é de cunho obrigatório e tem que ser pago anualmente, caso contrário, o proprietário do veículo ficará sujeito a multa e a perda de pontos na carteira de condutor, além disso, o veículo ficará apreendido até o pagamento. (E.S)

Mohammed Pataxó disse: Em 28/12/2017 às 11:27:19

"A desorganização deste (des)governo é tão latente que para elaborar até um simples calendário para otimizar, organizar e qualificar a arrecadação em um dos orgãos que mais arrecada para o ESTADO perdendo somente para a SEFAZ acontece este embaraço."

ROSINALDO VIEIRA SILVA disse: Em 28/12/2017 às 10:00:48

"O diretor da SEFAZ falou a coisa certa... o Estado é pobre, então se o Estado é pobre o povo com certeza não é rico, daí a necessidade coletiva de prazos acessíveis e justos. E tem mais o Estado é pobre de gestão, de má aplicação dos recursos, e de desvios continuados de governantes que entram e saem deixando exemplos de mau uso de recursos públicos."

Castro disse: Em 28/12/2017 às 09:31:09

"E nossas ruas esburacadas quando vão asfaltar ninguém aguenta mais fazer a suspensão do veículo duas vezes ao ano disso você Detran e Sefaz não falam só querem cobrar os deveres dos proprietários e a obrigação do investimento deste dinheiro milhonario ninguém ver"

ROSINALDO VIEIRA SILVA disse: Em 28/12/2017 às 19:00:54

"Esse dedo negativo nos comentarios deve ser o diretor da SEFAZ..rsrs"