OCORRÊNCIA
Aluna fardada é encontrada embriagada perto do Beiral
Por Folha Web
Em 19/05/2017 às 00:35
Adolescente estava sem condições de falar e foi levada ao Pronto Socorro (Foto: Tarsira Rodrigues)

Por volta das 16h30 desta quinta-feira, 18, uma estudante de 15 anos foi encontrada completamente embriagada nas proximidades da área Caetano Filho, o “Beiral”, local conhecido por abrigar boca de fumo. A Polícia Militar (PM) foi chamada por populares para atender a ocorrência. A Folha verificou no local que a adolescente vomitava muito.

Conforme informações de testemunhas, a garota é aluna do 9º ano de uma escola estadual das proximidades e teria sido socorrida por um grupo de quatro adolescentes. Segundo a PM, no momento em que os policiais foram acionados, receberam a informação de que uma menina estaria sendo arrastada por alguns homens nas proximidades da Orla Taumanan.

Chegando ao local, encontraram a menor rodeada por um grupo de meninos, também menores de idade, que alegaram estar apenas ajudando a moça, pois a encontraram cambaleando na rua, desacompanhada e com a farda da escola. Os meninos também estavam fardados, mas com a identificação de outra escola.

Um professor da unidade de ensino levou a menina para o Pronto Socorro Francisco Elesbão, no Hospital Geral de Roraima (HGR), para que ela recebesse os cuidados médicos necessários, uma vez que estava quase inconsciente, vomitando e sem conseguir falar. A família da aluna foi avisada pela direção da escola e os pais se dirigiram até a unidade de saúde para acompanhar a recuperação da adolescente e posteriormente levá-la para casa.

O caso foi registrado na Delegacia de Defesa da Infância e da Juventude (DDIJ).  A polícia não identificou no local quem teria dado bebida alcoólica para ela, pois os menores que foram encontrados com a estudante não apresentavam sinais de consumo de álcool.

SEED - A Secretaria Estadual de Educação e Desporto (Seed) informou, por meio de nota, que a escola recebeu a denúncia sobre uma adolescente com sinais de embriaguez nas proximidades da unidade de ensino e a gestora e alguns funcionários da escola se deslocaram até a área Caetano Filho, onde a aluna foi encontrada.

A Polícia Militar foi acionada, pois a aluna estava com estudantes de outra escola.  Em seguida, ela foi encaminhada para o Pronto Socorro Francisco Elesbão. A nota informou ainda que a escola irá encaminhar o caso ao Setor Psicossocial da Seed, Conselho Tutelar e Justiça Comunitária.

Ressaltou também que o Estado é responsável pelo aluno dentro do ambiente escolar e, nesse sentido, a escola realiza mensalmente palestras com autoridades que orientam os estudantes quanto ao perigo causado pelo uso de drogas e álcool.

Comentários
Bekem disse: Em 19/05/2017 às 05:27:12

"As escolas São José , Euclides da Cunha, Monteiro Lobato, Costa e Silva não fazem palestras mensalmente sobre álcool e drogas. Portanto a questão de prevenção das drogas, não pode ser apenas papel da escola. Tudo deve começar na família. É em casa no berço familiar que se educa e torno-se os filhos responsáveis e com caráter. A escola apenas facilita o conhecimento para o estudante se tornar em um pensador, um profissional."