APÓS INVESTIGAÇÃO
Acusados de matar turista brasileiro na Venezuela são presos
Conforme a Polícia, há mais três envolvidos no crime, totalizando cinco sujeitos que tiveram participação no homicídio
Por Folha Web
Em 01/02/2018 às 18:00
Amaury Castro da Silva, de 48 anos, estava em um grupo de turistas quando foi assassinado (Foto: Divulgação)

Um homem e um adolescente venezuelano acusados de serem os responsáveis pelo latrocínio de Amaury Castro da Silva, de 48 anos foram presos hoje no Estado de Bolívar, na Venezuela. O crime ocorreu no dia 13 de janeiro quando o turista viajava pela estrada nas proximidades da cidade de Upata e San Felix.

A prisão foi realizada por agentes de Investigação de Homicídios do Estado de Bolívar, após investigação e análise telefônica dos suspeitos. Eles também são acusados de roubar dois veículos que foram utilizados no crime. 

Conforme a Polícia, há mais três envolvidos no crime, totalizando cinco sujeitos que tiveram participação no homicídio. Todos são integrantes de um bando intitulado “El Guaro”, liderado por um elemento de 22 anos. Um outro homem de 31 e um jovem de 21 anos são os demais membros da facção. A prisão de todos eles foi solicitada à Justiça venezuelana.

Caso - Amaury Castro da Silva, de 48 anos, estava em um grupo de turistas formado por vinte pessoas que viajavam do Amazonas para a Venezuela. O grupo viajava em um comboio de sete veículos quando foi abordado por um carro com os assaltantes nas proximidades da cidade de Puerto Ordaz. Além do tiro em Silva, os criminosos levaram os pertences do carro em que ele estava com a mulher e dois filhos.

Castro disse: Em 01/02/2018 às 21:55:49

"Só jaca venezuelana acredita quem quiser"