SUMIÇO MISTERIOSO
Supostos sequestradores cobram R$ 1 mil pelo resgate de bombeiro civil desaparecido
Por Folha Web
Em 01/12/2017 às 00:51
Denilson Simões do Nascimento está desaparecido desde a última segunda-feira, 27 (Foto: Divulgação)

A Polícia Civil, que investiga o caso do bombeiro civil Denilson Simões do Nascimento, de 43 anos, que está desaparecido desde o começo da tarde de segunda-feira, 27, deu novos detalhes a respeito do caso informando que supostos sequestradores teriam entrado em contato com a família para cobrar o valor do resgate, que seria de R$ 150 mil.

Conforme a Polícia, a família teria informado aos supostos sequestradores que não teria condições de pagar o montante. Os elementos desligaram o telefone e retornaram a ligação pouco tempo depois reduzindo o valor para R$ 1 mil. Um dos delegados que acompanha o caso acredita que possa se tratar de um trote, mas não descarta a possibilidade de realmente terem sido os sequestradores do outro lado da linha.

A Polícia Civil continua fazendo as investigações, mas não tem pistas concretas do paradeiro do bombeiro civil. Equipes do Núcleo de Inteligência da Polícia Civil e do Departamento de Inteligência da Polícia Militar, além de outras guarnições que integram a Segurança Pública do Estado, também estão empenhadas no caso.

DESAPARECIMENTO - O ex-militar do Exército Denilson Simões do Nascimento, de 43 anos, está desaparecido desde as 12h30 de segunda-feira, 27, quando foi visto pela última vez nas proximidades de um posto de combustível localizado na Avenida Princesa Isabel, bairro Santa Tereza, zona Oeste da Capital, a alguns quarteirões de sua residência.

Quem tiver informações que possam ajudar no trabalho da polícia pode entrar em contato pelos telefones 99126-5961 e 99138-1868 ou ligar diretamente para a Polícia Militar por meio do número 190.

Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!