ESCRITÓRIO DO CRIME
Licitações eram feitas pelas empresas em desvio milionário das prefeituras, diz PF
Gostei (36) Não gostei (2)
Processos fraudulentos desviaram mais de R$ 50 milhões das secretarias municipais de saúde e de educação de 11 municípios de Roraima
Por Luan Guilherme Correia
Em 05/12/2017 às 12:00
Em Normandia, mais de 300 processos licitatórios foram encontrados empilhados na casa do ex-gestor (Foto: Divulgação/PF)

A operação Libertatem III, deflagrada pela Polícia Federal (PF) nesta terça-feira, 05, apurou indícios de desvios de aproximadamente R$ 50 milhões de reais em licitações fraudulentas das secretarias municipais de saúde e de educação de 11 municípios de Roraima.

Segundo as investigações, o modus operandi do desvio era similar na maioria dos municípios investigados, por meio de montagem fraudulenta de processos licitatórios, falsificação de documentos, fraude na licitação e corrupção de servidores públicos.

Conforme a PF, as fraudes eram tão gritantes que, em alguns municípios, as próprias empresas vencedoras das licitações eram responsáveis pela montagem dos processos.

“Nós descobrimos que os processos eram maquiados e montados para dar aparência de licitude. A grande maioria dos processos era montado em um escritório de contabilidade que chamamos de escritório do crime”, disse o delegado responsável pela operação, Allan Robson.

São investigados servidores públicos, ex-prefeitos de dez municípios e empresários. Em Normandia, na região Nordeste de Roraima, mais de 300 processos licitatórios foram encontrados na casa do ex-gestor.

Os investigados responderão por crimes de fraude à licitação, corrupção, associação e organização criminosa. As investigações continuam e avançam para desvios de recursos públicos atuais.

 

Ramón Alves disse: Em 05/12/2017 às 13:19:50

"Interessante.... A Secretaria de Educação da prefeitura de Boa Vista ficou de fora das investigações? A Secretaria de Educação do Estado também ficou de fora? ...Interessante.... Os locais onde tem maior orçamento, o grosso do dinheiro e quem sabe o grosso dos desvios, me parece, pela reportagem, que ficaram de fora... Muito interessante...."

Ramón Alves disse: Em 05/12/2017 às 13:19:11

"Interessante.... A Secretaria de prefeitura de Boa Vista ficou de fora das investigações? A Secretaria de Educação do Estado também ficou de fora? ...Interessante.... Os locais onde tem maior orçamento, o grosso do dinheiro e quem sabe o grosso dos desvios, me parece, pela reportagem, que ficaram de fora... Muito interessante...."