SAÚDE
Hospital das Clínicas e novo bloco do HGR só serão entregues em 2018
Gostei (29) Não gostei (12)
Cinco grandes obras estão em andamento na Saúde, parte delas com serviços inéditos no Estado; sete já foram inauguradas desde 2015
Por Folha Web
Em 29/12/2017 às 11:00
Próxima unidade a ser inaugurada será o Hospital das Clínicas, primeiro hospital construído na Capital em mais de 30 anos (Foto: Divulgação)

Cinco grandes obras de unidades de saúde estão em andamento. A inauguração, a partir de 2018, permitirá a ampliação de atendimentos já ofertados, além de implantar serviços inéditos na rede pública estadual. Desde 2015, sete unidades passaram a funcionar com estruturas novas.

O próximo a ser inaugurado será o HC (Hospital das Clínicas), primeiro hospital construído na Capital em mais de 30 anos. Com 120 leitos a unidade terá um conceito diferenciado, pois não funcionará de portas abertas para a população, por ser um hospital de retaguarda.

Os pacientes continuarão sendo atendidos primeiramente em outras unidades, como o HGR (Hospital Geral de Roraima), e depois de estabilizados, serão encaminhados para o Hospital das Clínicas para observação. “Com isso, acabará o problema das macas nos corredores do HGR”, explicou o secretário estadual de Saúde, Paulo Linhares.

Para impedir que cirurgias sejam canceladas por falta de leitos e ampliar os atendimentos de alta e média complexidades, também está em construção um novo anexo para o HGR (Hospital Geral de Roraima) com mais 120 leitos de internação, 40 leitos de UTI e 10 salas de cirurgia, resolvendo pelas próximas décadas o déficit de leitos em Roraima.

Outra unidade com serviços inéditos no Estado, a obra do CER IV (Centro de Reabilitação Nível IV) está prevista para ser concluída no segundo semestre de 2018.  O local será o primeiro centro de reabilitação a reunir quatro tipos de deficiências, sendo pioneiro no atendimento auditivo e visual. No local será oferecido atendimento humanizado e especializado, também para pessoas com deficiências física e intelectual, exclusivamente pelo SUS (Sistema Único de Saúde).

REFORMAS - A Unidade Mista Rosa Vieira, localizada na vila Santa Maria do Boiaçú, na região do Baixo Rio Branco, município de Rorainópolis, está recebendo a primeira obra de ampliação e reforma total da estrutura física desde sua inauguração.

Com a ampliação da estrutura a unidade passará a ter posto de enfermagem, sala pré-parto, sala de parto, depósito de material de limpeza, enfermaria infantil, enfermaria feminina e enfermaria masculina, além de diversos outros setores hoje não disponíveis na unidade por falta de espaço adequado.

Outra unidade abandonada há décadas por governos anteriores está recebendo uma grande reforma pela primeira vez. A UMC (Unidade Mista de Caroebe) está sendo reformada e ampliada, com melhorias nas instalações elétrica, hidráulica, e sanitária, com criação de novos ambientes. O recurso para a reforma é de R$ 996.684,21, proveniente de emenda parlamentar do deputado estadual Mecias de Jesus. A unidade de saúde do município de Alto Alegre também passa por reforma.

Mesmo em um momento de crise, o Governo do Estado conseguiu, desde 2015, inaugurar o Centro de Atenção Psicossocial (Caps3); a Unidade de Acolhimento, para dependentes químicos; a Casa da Gestante; o Laboratório de Anatomocitopatologia de Roraima (Laper); o Hospital de Caracaraí, inaugurado com 20 leitos; e, mais recentemente, o Centro de Referência da Saúde da Mulher. A Clínica Especializada Coronel Mota também passou por melhorias significativas e já foi entregue à população com estrutura renovada.

Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!