Boa Vista Quarta-feira, 16 de abril de 2014
Links e Serviços
Colunas
Serviços
WebMail
 





Compartilhar


    15/03/2010 12h01

Frutas e verduras estão mais caras


   Da Redação


Foto:  Vagner San

O preço de frutas e verduras regionais vem aumentando por conta da forte estiagem nas áreas produtivas de Roraima
Por conta da estiagem, as frutas regionais ficaram mais caras nas feiras livres. De outro lado, o excesso das chuvas no sudeste do país também tem encarecido as frutas e verduras destinadas ao comércio local. Alguns produtos regionais como a banana, o tomate e o mamão estão escassos no mercado.

A banana vendida na feira do Produtor, no bairro São Vicente, tinha uma quantidade insuficiente da fruta para suprir a demanda para este final de semana, quando a procura dos consumidores se torna maior. Alguns comerciantes disseram que somente uma carga estava sendo aguardada no momento. Desde o início do ano a produção de banana vem diminuindo, perdendo também na qualidade. 

O vendedor Raimundo Nonato Nascimento contou que há um mês e meio a produção de bananas também foi afetada pelas constantes queimadas nos municípios de Mucajaí, Iracema e Alto Alegre, os quais abastecem a capital. Segundo ele, o déficit foi de 60% da safra atual e com isso dobrou o preço do produto que chega ao consumidor. Na feira, o preço varia entre R$ 3 a R$ 10, a depender do tamanho do cacho.

“Estamos no final do verão e há seis meses a banana vem sofrendo com a redução de 60% da produção de uma safra normal, o que geralmente ocorre nessa época do ano e acaba ficando mais cara. Recentemente o fogo queimou 60% do que abastecia a capital e o preço da banana dobrou. O cacho que antes se comprava a R$ 3, hoje custa R$ 6”, explicou.

Também a banana irrigada, conhecida como “nanicão”, é encontrada a um preço mais elevado na feira do Passarão. Antes ela era vendida a R$ 2 o Kg e atualmente sai ao preço de R$ 3,50.

O abacaxi é outra fruta que sofre com as condições climáticas do estado. O vendedor identificado como Piauí disse que o calor enfraquece a planta e o abacaxi cai antes de se desenvolver por completo. Ele mostrou como fica queimada a fruta ainda pequena ao cair no chão quente. “Só em abril, quando o verão diminuir mais é que a safra do abacaxi tende a melhorar”, afirmou.

Conforme o produtor Joaquim Moreira, que possui banca de frutas e legumes na feira do Passarão, no bairro Caimbé, houve aumento em praticamente todos os produtos, escapando apenas o pepino e o pimentão, o último porque não estava sendo comercializado para Manaus há algum tempo. Ele informou que chegou a faltar nesta semana mamão, maxixe e quiabo, mas a mercadoria está chegando aos poucos. O mamão que antes era comercializado entre R$ 2,50 a R$ 3, hoje custa R$ 4 o kg.

“Aumentou tudo. A única coisa que não aumentou ainda foi o pimentão porque tinha muita oferta e Manaus não estava comprando. A mercadoria que é produzida aqui chegou a sumir no mercado porque não tem água e com os igarapés secos não tem como molhar a plantação”, lamentou.

Moreira também contou que terá de vender apenas o tomate produzido nos estados da Bahia e Rondônia, caso não encontre outro fornecedor local, pois o que lhe fornece não terá mais o regional nos próximos dias. “Começou a faltar tomate no Taboca, região do Bonfim e Cantá. Alguns vendedores compraram de outros locais e tem um pouco mais”.

O comerciante citou que os supermercados frequentemente fazem promoções de frutas e verduras, mas adverte que a diferença é cobrada no preço de outros produtos das prateleiras. “As pessoas acham que os supermercados estão comprando barato, mas estão pagando ao comprar outros produtos. Além disso, do jeito que a batata, por exemplo, vem no saco eles vendem. Nós antes de vender, lavamos e selecionamos”.

IMPORTADOS – Também as frutas e legumes comprados do sudeste do país tiveram uma alta no preço. Os produtos vão desde a maçã, pêra, laranja e uva a batata, cenoura, cebola, repolho e beterraba. O aumento se deu por conta do excesso de chuva em São Paulo e isso também afetou a qualidade da mercadoria. Os produtos subiram pelo menos R$ 0,50 ou R$ 1.

.: Publicidades :.













 
 
Copyrigth © 2008 - Folha de Boa Vista - Todos os Direitos Reservados