Boa Vista Segunda-feira, 28 de julho de 2014
Links e Serviços
Colunas
Serviços
WebMail
 





Compartilhar


    31/12/2012 09h20

As frutas serão uma boa opção para decorar a mesa da ceia do Ano Novo


   


Foto:  Divulgação

As frutas para a ceia do Ano Novo fazem toda diferença para comemorar esta data
JACKELINY AMAZONAS
Jack_amazonas@hotmail.com

Adotar crenças e superstições através de alguns alimentos na mesa do Réveillon pode atrair sorte. As frutas podem ter como função principal a decoração das festas neste Ano Novo. De acordo com o proprietário de uma loja de decoração, Herlan Pedrosa, decorar uma mesa com frutas para o réveillon é simples: é só usar a criatividade.

As frutas para a ceia do Ano Novo fazem toda diferença para comemorar esta data. “Uma das coisas que não pode faltar na ceia são as frutas, que tem um papel importante na celebração. Para aqueles que gostam de frutas de boa qualidade, façam as compras antecipadas para não encontrar nenhuma estragada e possa fazer uma boa ornamentação”, disse.

E sobre qual tipo de fruta usar na comemoração do ano novo, Herlan explica:  “Para escolher as frutas para a decoração, inspire-se na ocasião da festa. Independente se a comemoração for algo mais chique ou mais simples, você pode optar tanto pelas frutas mais refinadas para compor a mesa ou até mesmo decorar com as frutas da região ou do seu gosto”, disse.

O empresário dá dicas de como usar as frutas na hora de decorar. “Corte uma das partes laterais da fruta, depois faça um furo (pode ser com lápis) e coloque um canudo ou palha, com flor dentro. Você pode adaptar e fazer da forma que quiser, usando frutas na decoração da mesa de réveillon”, frisou.

Segundo ele, você pode fazer a decoração com a fartura dos outros alimentos da mesa. “A quantidade de comida que geralmente encontramos à mesa nessa ocasião, reflete não só um momento de abundância e felicidade, mas o desejo de que as mesmas se repitam em todo o ano que está por vir. Por isso ornamente a sua casa”, disse.

“Uma mesa farta de comida e frutas dão um toque especial na ceia. Além de serem muito saudáveis, as frutas dão aquele ar de alegria para a festa já que são sempre coloridas e bonitas”, comentou. Herlan diz ainda que para complementar a decoração da mesa, as bebidas também podem ser utilizadas na virada. “O vinho e champanhe servem para incrementar a decoração. Utilize taças das bebidas para dar um charme a mais na ornamentação”, comentou.

Significado e simbolismo da ceia de Réveillon

Conheça os principais alimentos servidos noite de Réveillon e entenda quais os seus significados e simbolismos.

Arroz
O arroz é uma semente e simboliza a riqueza, a abundância e a fertilidade.

Aves
Passe longe de frango, peru, faisão ou qualquer tipo de ave se quer ter algum sucesso no ano que vem.
As aves ciscam para trás e, para os supersticiosos, isso indica retrocessos e atraso de vida.

Champanhe
Essa bebida também é feita com uvas, e é uma bebida que não pode faltar na ceia e no brinde de Ano Novo.

Lentilhas
A lentilha é sinal de boa sorte.
Algumas pessoas acreditam que a lentilha deve ser a primeira coisa a ser consumida na ceia, logo após a meia-noite, para que não falte dinheiro durante o ano que está chegando.

Porco e leitão
O porco está sempre andando e fuçando para frente e, por isso, é visto como um animal de prosperidade.
Além disso, seu alto teor de gordura nos remete à fartura e à riqueza.

Romã
A romã é símbolo de fartura e fertilidade.
Ela é uma fruta que tem muitas sementes, que simbolizam o nascimento e a abundância.

Uvas
A uva é a fruta mais conhecida por trazer boa sorte no Ano Novo.
Para isso, você deve comer 12 uvas, uma para cada mês do ano.
Aproveite e faça um pedido para cada uma que comer.

Vinho
O vinho é feito de uvas, que por si só já carregam uma significação positiva e otimista.
Na passagem do ano, faça um brinde ao ano que nasce e beba o vinho em copos de cristal.

Fonte: http://www.esoterikha.com/presentes/significados-dos-alimentos-do-ano-novo-comidas-do-reveillon.php

.: Publicidades :.

















 
 
Copyrigth © 2008 - Folha de Boa Vista - Todos os Direitos Reservados