Boa Vista Terça-feira, 29 de julho de 2014
Links e Serviços
Colunas
Serviços
WebMail
 





Compartilhar


    24/04/2012 00h40

Preço da carne aumenta 4% em Roraima


   


Foto:  Raynere Ferreira

A partir de hoje, os consumidores vão sentir no bolso o reajuste da carne bovina
NAIRA SOUSA

Comprar carne bovina em Roraima, desde ontem, está 4% mais caro. A justificativa do aumento está ligada à tentativa de voltar para o preço anterior, pois segundo os pecuaristas, ano passado o valor foi reduzido em 10%. A tendência é de mais alta nos preços no decorrer do ano.

O anúncio da alta no preço foi definido após uma reunião entre os pecuaristas. Por meio de uma carta circular, os distribuidores atacadistas e comerciantes foram informados do aumento. O preço da arroba do boi no Estado, que antes era R$ 6,00 o quilo passa a ser vendida por R$ 6,20, ou seja, R$ 93 a arroba (15 kg).

A despesa dos pecuaristas no abate do gado, por exemplo, é um dos fatores que contribuirá para os próximos reajustes. Conforme a Cooperativa dos Produtores de Carne em Roraima (Coopercarne), a Companhia Desenvolvimento Roraima (Codesaima) está cobrando R$ 10,00 por cada rês abatida no Matadouro Frigorífico de Roraima (Mafir). Antes, o serviço não era cobrado.

Em 2010, o preço da carne bovina subiu três vezes e chegou a somar um reajuste de 35%. “Esse primeiro reajuste é somente a tentativa de voltar ao valor que foi reduzido em 2011. Agora a cobrança no Mafir vai gerar uma despesa maior para os produtores e, consequentemente, para o consumidor, que é o mais prejudicado, pagando mais caro na carne vermelha”, explicou o diretor comercial da Coopercarne, José Lopes.

A Folha percorreu alguns açougues na manhã de ontem. Os comerciantes confirmaram que receberam a carne bovina mais cara das distribuidoras. A dona de um açougue na avenida Mário Homem de Melo, ainda não havia alterado os preços. A bisteca era comercializada a R$ 10,90, alcatra R$ 15,90 e o coxão mole, a R$ 13,49, no entanto ela afirmou que hoje os preços serão reajustados.

Em outro açougue na zona oeste, os preços alterados já estavam à mostra. Os consumidores se assustaram com a informação. “Dificilmente somos informados sobre o aumento no preço da carne, quando chegamos ao açougue nos deparamos com o reajuste. Independente disso, iremos pagar mais caro. A alternativa é procurar comer mais peixe, frango, dentre outros”, disse o autônomo Antônio Ferreira.  

CODESAIMA – A assessoria de comunicação da Codesaima informou que o valor cobrado para o abatimento está ligado ao preço da refrigeração. Segundo o órgão, a partir de agora, o prazo para retirar o boi da refrigeração é de 48h. Nesse período, o produtor paga R$ 10,00 por cabeça, caso ultrapasse o horário pagará mais caro.

“O Mafir abate 400 cabeças por dia. Acontecia dos pecuaristas deixarem o boi muitos dias na refrigeração, prejudicando o frigorífico. Essa foi uma maneira de forçar o produtor a tirar o gado do Mafir”, explicou.

Veja o preço da carne

 

Sem reajuste

Com reajuste

Bisteca

R$ 10,90

R$ 11,33

Coxão

R$ 13,49

R$ 14,02

Alcatra

R$ 15,90

R$ 16,53

Picanha

R$ 21,98

R$ 22,90

Filé

R$ 21,00

R$ 21,99


Atenção! Lembre-se que os comentários são de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal


COMENTÁRIOS
Nome:   
9531-jaqueline vieira de oliveira                          Data: 06:44:15 - 24/04/2012
basta!!! novamente entro no topico em que muitos "empresarios" pensam qu roraima ainda é territorio federal somente com sevidores publicos federal e tambem um garimpo. nossa realidade é outra ou voces se adequam ou voutem de onde vieram.

1
.: Publicidades :.

















 
 
Copyrigth © 2008 - Folha de Boa Vista - Todos os Direitos Reservados