Boa Vista Segunda-feira, 28 de julho de 2014
Links e Serviços
Colunas
Serviços
WebMail
 





Compartilhar


    24/01/2012 17h16

Mestre em metodologia dá dicas de como se comportar no 1º dia de aula


   


Foto:  Arquivo/Folha

No primeiro dia de aula todos estão em busca de se conhecer e saber como serão o andamento das aulas e as amizades
NEIDIANA OLIVEIRA
neidiana@folhabv.com.br


O primeiro dia de aula é sempre cheio de expectativas tanto por parte dos alunos quantos dos professores. Mas, para o profissional, trata-se de um dos dias mais marcantes da carreira de um educador. Nervosismo, mãos trêmulas, gagueira e sensação de que não sabe absolutamente nada são algumas das características mais frequentes demonstradas pelos mestres.

Pedagoga e mestre em metodologia, Nadabe Fortes disse que é no primeiro encontro que devem ser expostas as finalidades e como serão as avaliações no decorrer do ano. “O professor deve deixar claros os objetivos propostas pela disciplina, a fim de despertar no aluno o interesse pelas aulas, pois é preciso passar segurança enquanto docente”, afirmou.

Neste primeiro dia de aula todos estão em busca de se conhecer e saber como serão o andamento das aulas e as amizades que surgirão no decorrer do período escolar. Para tanto, é importante que sejam promovidos momentos de integração, favorecendo o grupo a se tornar uma turma de verdade. Dessa forma, o papel do professor é fundamental para o início e crescimento dessa integração.

Além de momentos de descontração, o professor pode aproveitar este dia para apresentar a metodologia com a qual irá trabalhar, a proposta e os objetivos de estudo. Nesta hora, ouvir e considerar os pontos de vista dos alunos pode ajudar bastante para manter um elo de comprometimento entre as partes.

O segundo passo ressaltado pela pedagoga foi com relação ao entrosamento entre alunos e professor. Ela garantiu que, ambos devem buscar, neste primeiro momento, conhecer com quem vai trabalhar no semestre ou no ano letivo.

“Para desenvolver uma integração positiva, e assim obter resultados no aprendizado, é preciso manter uma relação entre sujeito e objeto, conhecendo o grupo de alunos que vão permanecer juntos nas aulas”, destacou a especialista.

É prudente se apresentar no primeiro dia de aula falar sobre a sua formação, onde já trabalhou e por que escolheu dar aula. Também é preciso mostrar satisfação de conhecer a turma e apresentar suas expectativas em relação ao trabalho.

O importante é saber que, como em toda relação, no início, são sim estabelecidas algumas regras, que nem sempre são necessárias de serem ditas verbalmente, pois as atitudes e os comportamentos se fazem mais eficazes. Portanto, é indispensável que o educador assuma uma conduta de mestre e não se preocupe em querer apenas agradar seus alunos, mas fazer o melhor para eles.

COMO SE COMPORTAR NO PRIMEIRO DIA DE AULA

1- Na primeira aula os alunos estão muito atentos ao que o professor irá dizer, por isso não pode se descuidar de suas palavras. É para isso que existem os planos de aula. Pode-se também preparar um esquema bem elaborado com tudo aquilo que se quer dizer no primeiro dia de aula;

2- É preciso cuidar da ênfase e da clareza das informações sobre a matéria, sua importância, sobre o programa de ensino para o conteúdo específico, sobre o modo de avaliação adotado;

3- O professor é, antes de tudo, um conselheiro da classe, então deixe bem claro que o passado ruim do aluno em sala de aula já não importa, seja otimista quanto às expectativas que tem sobre a turma, tenha uma boa relação motivadora com seus alunos;

4 - Um bom educador não faz tudo sozinho, ele divide suas responsabilidades com seus educandos. Deixe transparecer que você se importa com o êxito da turma e que espera muito de todos. O papel do professor é o de ensinar, e do aluno é o de aprender, são papéis diferentes, mas complementares, e o objetivo é o mesmo para ambos: obtenção do conhecimento.


.: Publicidades :.

















 
 
Copyrigth © 2008 - Folha de Boa Vista - Todos os Direitos Reservados