Por Parabólica
Em 29/11/2017

Bom dia,

Tem sido comum, por parte de alguns políticos locais, a utilização de revistas de circulação nacional, blogs e outras modalidades de comunicação para “plantarem” notícias para atingir seus adversários locais. Na última semana, uma revista de circulação nacional divulgou que a governadora Suely Campos tenta conseguir da Assembleia Legislativa do Estado (ALE) a autorização legislativa para obtenção de um empréstimo junto ao Banco do Brasil no valor de R$ 110 milhões. Segundo a notícia, com toda a aparência de ter sido “plantada”, o objetivo da governadora com o tal empréstimo seria conseguir fechar as contas do governo estadual, ainda no corrente exercício de 2017.

A informação dada pela revista diz ainda que o presidente da ALE, deputado estadual Jalser Renier (SD), estaria empenhado junto aos seus pares para que o pedido governamental seja atendido o mais rápido possível. A justificativa para tal empenho está em função de que o parlamentar quer facilitar a vida da governadora Suely Campos, já que deseja indicar sua esposa Cintia Padilha para compor como vice na chapa encabeçada por Suely na eleição do próximo ano.

A natureza de que a notícia é “plantada” fica bem clara pelo conjunto de desinformação que ela contém. Em primeiro lugar, quem lê a mensagem da governadora, que encaminhou o pedido de autorização para ALE, está explícito que o empréstimo se destina a investimentos, e não para tapar eventuais buracos de custeio das despesas governamentais do corrente ano.

Em segundo lugar, completados quase três anos de governo, é o primeiro empréstimo que a atual governadora tenta conseguir, e ele representa cerca de 10% do rombo de R$ 2 bilhões de empréstimos obtidos pelo seu antecessor Anchieta Júnior (PSDB).

Finalmente, ao que se sabe dos bastidores da política local, o deputado Jalser Renier é, declaradamente, pré-candidato ao Governo do Estado, portanto, atual adversário político da governadora. Embora nada possa impedir que com o correr dos meses ele possa buscar entendimentos com Suely.

BARULHO
Frequentadores de estabelecimentos (bares, lanchonetes e outros) localizados no complexo Ayrton Senna, especialmente próximo à confluência da Avenida Major Williams com Ene Garcez, reclamam da constante passagem de motocicletas, com descargas alteradas, que, além de emitirem ruídos ensurdecedores, colocam em risco a vida de frequentadores e especialmente de crianças, levadas pelos pais para passear naquele logradouro. Lamentável é que não se vê a presença de qualquer agente da Secretaria Municipal de Trânsito (Smtran), da Polícia Militar, da Guarda Civil Municipal, ou mesmo do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) para evitar tal abuso. Talvez quando se perder alguma vida humana essa providência venha ser tomada.

PRESENÇA
Ainda sobre os frequentadores do Complexo Ayrton Senna. Ali se localizam restaurantes, bares e lanchonetes que oferecem comidas da melhor qualidade. O ambiente é acolhedor, com cascata funcionando ao som de boa música, especialmente na chamada Praça das Águas. Mas, nos últimos tempos, a presença de pedintes, especialmente de imigrantes, incomoda quem vai ali para consumir a boa comida e sentir o vento agradável da noite boa-vistense, acompanhado de amigos e familiares.

REDUÇÃO
A governadora Suely Campos (PP) enviou mensagem governamental para a Assembleia Legislativa pedindo a redução do percentual da remuneração do exercício do cargo em comissão, pelos servidores públicos do quadro efetivo do Poder Executivo. O teto de pagamento ficará em 65% da remuneração pelo cargo comissionado. O objetivo é minimizar as despesas públicas, para manter as contas em dia até o final deste ano. O governo não soube estipular a quantidade exata de pessoas que devem ser afetadas e nem o valor que deve ser economizado aos cofres públicos.

SISTEMA PRISIONAL
A Comissão do Sistema Prisional, Controle Externo da Atividade Policial e Segurança Pública do Conselho Nacional do Ministério Público (CSP/CNMP) estará hoje, 29, e amanhã, 30, em visita institucional ao Sistema Carcerário do Estado de Roraima. O objetivo é acompanhar in loco as medidas judiciais e extrajudiciais adotadas pelo Ministério Público do Estado de Roraima (MPRR) em relação à crise deflagrada em janeiro de 2017, na Penitenciária Agrícola de Monte Cristo. A equipe também se reunirá com a procuradora-geral de Justiça, Elba Amarante, e com a corregedora-geral do MPRR, Cleonice Andrigo Vieira. Também haverá reunião com os membros do Grupo de Atuação e Combate à Instabilidade no Sistema Carcerário do MPRR e com juízes de execução penal de Boa Vista.

AUMENTO
A Comissão de Minas e Energia realizará hoje, às 9h, audiência pública para discutir o constante aumento da tarifa de energia elétrica no Estado de Roraima. A audiência é em atendimento ao requerimento de autoria do deputado federal Édio Lopes (PR). Está confirmada a presença de Davi Antunes Lima (superintendente de Gestão Tarifária da Agência Nacional de Energia Elétrica, a Aneel), Luiz Henrique Hamann (diretor de Distribuição da Eletrobrás) e Cláudio Rubens Pinho Nilo (diretor de Regulação e Projetos Especiais da Eletrobrás Distribuição Roraima).

APROVADA
O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou ontem a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 199/16, que manda reconhecer o vínculo empregatício com servidores que tenham mantido qualquer tipo de relação de trabalho com os ex-Territórios de Roraima e do Amapá, se esse vínculo ocorreu entre a data de sua transformação em Estado (outubro de 1988) e outubro de 1993. Eles ficarão no quadro em extinção do Governo Federal.

Parabólica
parabolica@folhabv.com.br
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!
Últimas de
Parabólica
+ Ler mais artigos de Parabólica