Por Francisco Cândido
Em 31/03/2016

Gente da nossa gente, personagem VIVO da nossa História.
PADRE REVISLANDE DOS SANTOS ARAUJO – um Wapixana a serviço de Deus.

“Eu queria nadar num rio pequeno, mas Deus me deu um grande manancial e me jogou num oceano de gente”. Com esta frase, pode-se perceber o carisma que tem o Padre Revislande diante do povo que o segue em cada paróquia que ele está. Assim foi durante muitos anos na Igreja de São Francisco, na Avenida Major Williams, esquina com a Avenida capitão Julio Bezerra, Centro, e agora na Igreja de Nossa Senhora da Consolata, na Rua Uraricoera, esquina com a Avenida Villeroy, no Bairro São Vicente, onde dezenas de pessoas se dirigem todos os dias para assistir a Missa realizada pelo jovem Padre.

Revislande dos Santos Araujo nasceu no dia 10/08/1970 em Boa Vista, Roraima. É filho do casal Carlos Pinto de Araujo (amazonense que veio para Boa Vista em 1969 e hoje trabalha na empresa Rebouças (Skin), na Avenida Getúlio Vargas); e da senhora Esmerinda dos Santos (da etnia wapixana), vinda da região do Taiano.

A mãe, a senhora Esmerinda dos Santos, trabalhou muito anos como lavadeira de roupa, quando a família morava numa casa onde hoje está a Escola Colméia, diante do CPC da Polícia Militar, na Rua Serejo Cruz, e com este trabalho cuidou da família.

Em 1976 a família se mudou para o Bairro Calungá e em 1977 foi morar no Bairro 13 de Setembro. Nesta época, a senhora Esmerinda arranjou um emprego como cozinheira no Hospital Nossa Senhora de Fátima, situado na Rua Bento Brasil, esquina com a Rua Inácio Lopes de Magalhães, Centro (o prédio do Hospital foi demolido no ano passado).

Revislande Araujo, para ajudar à família, mesmo tendo apenas sete anos de idade, passou a trabalhar empilhando tijolos numa Olaria à beira do rio Branco e ainda estudava no Grupo Escolar 13 de Setembro.

Em 1978 ele começou a freqüentar o “Clube Vocacional”, sob a coordenação do Padre Luís Palumbo, na Igreja de Nossa Senhora da Consolata. Começava ai o seu apego à vida religiosa. E, no dia 20/01/1984 ingressou no Seminário Menor Nossa Senhora Aparecida.

Em 1986, Revislande Araujo trabalhou na Prefeitura de Boa Vista, como terceirizado da Empresa Sol, exercendo a função de “Recadastrador”.

Em 1990 foi reaberto o Seminário (ao lado da Igreja do Bairro de Aparecida) e o Revislande Araujo foi convidado para ingressar. E, em 1991, foi para o Amazonas, estudar Filosofia e Teologia, no Seminário Maior Cristo Redentor, no Bairro São Lázaro, em Manaus, onde passou a freqüentar às aulas no Centro de Estudos do Comportamento Humano.

Em 1997 foi estudar no Centro de Estudos Ecumênicos, em São Paulo, onde cursou duas Especializações na sua área de estudo: a Filosofia e a Teologia. No ano seguinte, voltou prá Boa Vista. E, no dia 14/02/1998, foi Ordenado Diácono, na Igreja de Santa Luzia, no Bairro 13 de Setembro. E, no final do ano foi Ordenado Padre, no dia 29/11/1998, na Igreja de Nossa Senhora da Consolata, sob as bênçãos do então Bispo da Diocese de Roraima, Dom Aparecido José Dias (faleceu no HGR, em Boa Vista, no dia 29/05/2004).

No dia 09/02/1999, o Padre Revislande dos Santos Araujo foi designado como Pároco da Igreja de São Francisco, situada na Avenida Major Williams, esquina com a Avenida capitão Julio Bezerra, no Bairro São Francisco, onde permaneceu até 08/02/2015, realizando excelente trabalho pastoral. Foi neste período em que mais trabalhou para fortalecer a fé católica e onde ele conseguiu arrebanhar centenas de pessoas que passaram a freqüentar as Missas e Novenas que aconteciam diariamente naquela igreja.

No dia 09/02/2015, o Padre Revislande foi transferido para a Igreja de Nossa Senhora da Consolata, na Rua Uraricoera, quase esquina com a Avenida Villeroy, no Bairro São Vicente, onde permanece até hoje e para onde se dirigem centenas de pessoas para assistir as Missas oficiadas por ele e participar dos Cultos que acontecem diariamente naquela Igreja.

A sua satisfação maior é devido está agora na Igreja onde ele iniciou ainda como Coroinha, no tempo de Padre Bruno Marcony, e onde ele foi Ordenado Padre, pelo Bispo Dom Aparecido José Dias, a quem até hoje ele presta um culto “in memoriam” de gratidão.

Os trabalhos pastorais do Padre Revislande vão além da Igreja da Consolata. Sob a sua jurisdição e que ele presta assistência estão as Igrejas: de Santo Agostinho (no Bairro Pricumã), Santa Luzia (no Bairro 13 de Setembro), Imaculado Coração de Maria (no Bairro Calungá), Santo Expedito (no Bairro Parque Bandeirantes, próxima à Avenida das Guianas), e na Igreja de Santa Cecília (após a Ponte dos Macuxis). E, ainda, nas segundas-feiras, o Padre Revislande realiza, às 17h, a “Missa das Almas”, na Capela do Cemitério Nossa Senhora da Conceição, situado na Rua Advogado Paulo Coelho Pereira, 389 - São Vicente.

O Padre Revislande é devoto de São Francisco de Assis e de Santa Clara, e atualmente é o único padre roraimense a atuar na Igreja Católica local. Ele é o terceiro na história da Diocese em Roraima. O primeiro foi o Padre Joceir, nascido na região do Taiano, e hoje está na Diocese de Ji-Paraná, em Rondônia. E, o segundo foi o Padre Alvino (da etnia Macuxi).

O Padre Revislande é um wapixana a serviço de Deus e dos fiéis católicos.

 

Francisco Cândido
franciscocandido992@gmail.com
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!
Últimas de
Minha Rua Fala
+ Ler mais artigos de Minha Rua Fala