Por Jessé Souza
Em 12/06/2017

Mais um golpe

Como já estava alinhavado, os ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiram mesmo não cassar o presidente Michel Temer (PMDB), apesar das robustas provas, inclusive com envolvimento na Operação Lava Jato citado nos autos do processo. A mais alta Corte da Justiça Eleitoral apenas confirmou o conluio da maioria dos ministros que são coniventes e até participam de alguma forma dessa bandalheira geral da nação, direta ou indiretamente.

Isso só comprova que os senhores da Justiça brasileira também precisam passar pela desinfecção que o Brasil tanto precisa para desarticular o grande esquema da corrupção que afundou o Brasil da esquerda pra direita e da direita para a esquerda, passando pelo centro ou qualquer lado que possa existir.

A encenação que se fez nas sessões recheadas de defesa ao descaramento,  o qual tomou conta do setor público em conluio com as maiores empresas privadas do Brasil,  já deixava pistas de que o grande esquema precisava continuar, para sobrevivência dos chefes da grande máfia que se enraizou nos cofres públicos a partir da política.

Obviamente que o pessimismo logo se abate sobre aqueles que querem ver o país passado a limpo. Mas esse novo duro golpe, com o livramento de Temer e seu grupo, é só mais um flagelo que o brasileiro tem que passar para que se cumpra a faxina que é necessária e que está por vir, dure o tempo que precisar.

O Brasil já superou barreiras que pareciam intransponíveis, a exemplo de uma ditadura militar sanguinária, e conseguirá encontrar forças para superar a corrupção endêmica que infestou os principais poderes da República. A decisão do TSE, então, só clareou onde é necessário fazer também a desratização.

O momento é delicado, mas o país precisa continuar acreditando em uma saída democrática, com os atores sociais não se rendendo ao desânimo. O povo foi às ruas com as “Diretas Já" para se livrar do entulho do autoritarismo militar, na década de 1980. E, quando não houver mais como segurar o grito, o brasileiro saberá agir. O sapato está apertando cada vez mais e o calo pode estourar a qualquer momento. É questão de tempo.

*Jornalista
jesseroraima@hotmail.com
Acesse: www.roraimadefato.com/main

Jessé Souza
jesse@folhabv.com.br
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!
Últimas de
Jessé Souza
+ Ler mais artigos de Jessé Souza