Por Folha Web
Em 06/03/2018

 ESPAÇO DO LEITOR 

PERGUNTA
O leitor identificado apenas por Damião comentou a reportagem ‘Teresa pode deixar PMBV em abril’. “A Teresa falou no debate durante o período eleitoral que ia ficar os quatro anos na Prefeitura. Ai o povo acreditou, agora vai acreditar que ela vai salvar o Estado? Imagina ai povo, a Teresa no governo, Jucá no Senado e quem é mesmo o prefeito que vai ficar?”, perguntou.

SERVIDORES I
Sobre o mesmo tema, o leitor Sandro Guivara Lopes comentou: “Os servidores da PMBV recebem em dia? Sim. Mas o que a população não sabe e não lembra é que antes de assumir o mandato a prefeita Teresa Surita entrou na justiça para barrar o PCCR dos servidores públicos. E estes mesmos servidores públicos possuem vencimento muitas vezes menor que o salário mínimo e que há necessidade de complementação”.

SERVIDORES II
O leitor Sandro Guivara Lopes continua: “A remuneração dos servidores é complementada com gratificações que não contam na hora de aposentadoria, pois vão aposentar ganhando o mínimo. A prefeita Teresa Surita adora contratar via processo seletivo porque não gosta de ver servidor estável! Sem falar que seu mentor é o ‘Caju’. Se tem ‘Caju’ no meio, boa coisa não é! Só falta a nossa Polícia Federal investigar! ‘Caju’ não apoia ninguém de graça! Ainda mais em um Estado onde quase 50% do PIB são compostos pela remuneração do servidor público! Caiam no conto para verem”.

IPVA
Já o usuário Ripa na Xulipa comentou a reportagem ‘Atraso no IPVA não pode levar à apreensão de veículos em RR’. É engraçado o parecer do órgão: justifica dizendo que o sistema de dados dos agentes não especifica quais débitos os condutores possuem no momento das abordagens. Engraçado, para pagar você entra no site e baixa os débitos com placa e Renavam. Já no sistema do próprio órgão não se pode fazer isso? Processem sem dó”, disse.

Folha Web
fale@folhabv.com.br
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!
Últimas de
Espaço do Leitor
+ Ler mais artigos de Espaço do Leitor