Por Shirley Rodrigues
Em 09/12/2017

Com Nada 
* Comerciantes da Ataíde Teive estão reclamando que a movimentação nos seus estabelecimentos está sendo prejudicada por conta da feira que acontece em parte daquela avenida todos os domingos. É que a estrutura para a referida feira deveria começar a ser montada a partir das 19h nos sábados. No entanto, eles alegam que os preparativos iniciam sábado à tarde e, além de atrapalhar as lojas, se torna perigo de acidentes.

Com Tudo 
* O contratenor roraimense Jânio Tavares estrela neste sábado o show “Elis por Eles”, um tributo à imortal Elis Regina, a partir das 19h30min, no Pátio Roraima Shopping. O espetáculo musical acontecerá no Espaço Pátio Cultural e terá entrada livre. Serão duas horas de show em que Jânio – acompanhado por Banda – interpretará os mais destacados sucessos de Elis, numa apresentação imperdível.

Daniel Wieser – durante sua recente Colação de Grau em Medicina pela UFRR – ladeado pelas mulheres da sua vida: sua mãe, Kathia Amélia Wieser, sua namorada (e agora também médica) Alessandra Moraes, sua avó Maria do Céu Oliveira e a fiel escudeira, Dora Nascimento

Abrigo I
* A ONG Fraternidade sem Fronteiras fará neste sábado a abertura do Centro de Acolhimento para atender as famílias venezuelanas que buscaram refúgio em Boa Vista.
* O centro de acolhimento da organização humanitária está instalado num terreno de 50x100 metros quadrados, com estrutura para 100 barracas, dormitórios familiares, redário, refeitório, lavanderia, banheiros coletivos e já está atendendo 100 famílias.

Abrigo II
* A ONG Fraternidade Sem Fronteiras atua com a colaboração de voluntários, que são “padrinhos sociais” e está em busca de parcerias para oportunizar o amparo necessário dos mais necessitados.
* O objetivo é que as famílias conquistem autonomia, passando a garantir o próprio sustento, podendo oferecer ajuda a outras pessoas. Enquanto estiverem no abrigo, as pessoas receberão até três refeições diárias. Para tanto, a ONG precisará de todo tipo de apoio das pessoas de boa vontade.

Rafael Castro, Paulo Jorge Silva, José Rincones (Barbearia Seu Jorge) no clic de Luan Pablo Amarante

Abrigo III
* O Centro de Acolhimento da Fraternidade sem Fronteiras fica localizado na Rua HC 04, n° 1633, bairro Operário (atual Senador Hélio Campos), e os interessados poderão obter mais informações: (67) 98132-9382 (ligação e whatsapp).
* A programação de abertura do abrigo neste sábado inicia às 9h30min com coletiva de imprensa; recepção às famílias venezuelanas às 10h, em seguida um show musical com Neuber Uchôa e artistas venezuelanos. Às 11h30min, será servida a primeira refeição às famílias acolhidas.

Parceria
* Uma parceria de peso foi firmada nessa quinta-feira, 7, entre o Centro Universitário Estácio da Amazônia e a OAB Roraima para oferecer ações que possam aproximar ainda mais a academia da entidade com a Seccional da Ordem dos Advogados do Brasil, e que envolve uma série de ações.
* Entre essas ações, estão o auxílio ao profissional em início de carreira e oficinas profissionalizantes, além da realização do Fórum Jurídico Acadêmico com os trabalhos de conclusão de cursos.

A querida Marcy Nunes, especial para a Coluna

#Rápidas
* A página de hoje é dedicada a Fátima de Jesus, Ulisses Moroni, Siloany Neves Amaro e a reitora Brena Linhares, todos inaugurando idade nova no fim de semana.
* Tradicional na região Sul do nosso Estado, o festival folclórico de Caracaraí será realizado este ano pelo Governo de Roraima e os grupos Cobra Mariana e Gavião Caracará.
* A 8ª edição do Festival Folclórico de Caracaraí acontece neste sábado em um autêntico intercâmbio cultural com dez grupos de Boa Vista, Mucajaí e Rorainópolis, além da Cobra Mariana e do Gavião Carcará. A noite encerra com show da banda Fuzueira.
* A programação cultural em Caracaraí não para por aí. Também no sábado tem o Festival Makunaima, criado pela Secretaria de Cultura em 2016 para incentivar a indústria cultural regional.
* É um evento de dança e para participar os grupos devem se enquadrar nas categorias: dança de matriz africana, dança de matriz indígena, dança de matriz folclórica, dança clássica, dança de salão, dança urbana e categoria livre.

Perfil

Rogério Cordeiro: “Tudo que merece ser feito deve ser bem feito”.

* Rogério Cordeiro é suboficial da Força Aérea Brasileira, formado pela Escola de Especialistas da Aeronáutica em 1981 e, após 36 anos no serviço ativo da Aeronáutica, se aposentou. Possui vários cursos de especializações, entre os quais destaca-se a área de cinotecnia (preparação de cães militares). Formou muitos militares das Forças Armadas, polícias militares e civis, além de agentes de Segurança e membros de ONGs, em resgate de pessoas perdidas em matas. Especialista na área de faro de substâncias entorpecentes e artefatos explosivos (bomba). Teve expressivo destaque na Copa do Mundo de 2014, em que foi responsável pelo treinamento e execução das varreduras com cães de faro da FAB na cidade de Manaus, para liberação das áreas de embarque e desembarque de delegações estrangeiras. Em sua permanência na Força Aérea Brasileira, realizou inúmeros cursos com instrutores de outros países (como suíços e americanos), entre os quais de Gerenciamento de Crises e negociações como refém do FBI (Senasp). Em Roraima foi instrutor na formação de profissionais como cinotécnicos da FAB, EB, PC, PM e GCM, dando uma valorosa contribuição com as instruções de segurança pública ainda com a preparação do primeiro cão de faro de drogas da Polícia Civil e Guarda Civil Municipal. Ele reside em Boa Vista desde 2008, onde é instrutor de cinotecnia, atuando em várias áreas, em especial, comportamento animal e adestramento de cães na Academia de Cinotécnicos e Adestradores (ACA), tendo formado mais de cem adestradores, além de ministrar cursos personalizados.

* Como entrou para a Força Aérea Brasileira?
Mediante concurso realizado em 1979 com 16 anos de idade, formando na Escola de Especialistas da Aeronáutica, na especialidade de Infantaria de Guarda da Aeronáutica.

* O que considerou mais importante durante sua carreira militar?
A missão que me foi confiada na Copa do Mundo de 2014 através do BINFAE-MN, sendo responsável pela varredura de artefatos explosivos nos embarques e desembarques das delegações dos Estados Unidos, Inglaterra, Itália e Camarões, e da FIFA Fan Fest com uma cadela da FAB/BABV treinada por mim e um soldado, usando técnicas norte-americanas, inclusive sendo elogiado pelos dois agentes do FBI que presenciaram a atuação da minha equipe.

* Por que se interessou por Cinotecnia?
Sou formado pelo Canil Central da Polícia Militar do Estado de São Paulo, onde começou minha trajetória dentro da cinotecnia, que me levou a fazer outros cursos para o meu desenvolvimento dentro da especialidade, agradecendo também ao Exército Brasileiro. Todas as Forças Armadas e órgãos de Segurança Pública no mundo utilizam esta ferramenta, que é o cão para desenvolver trabalho de faro e guarda, por isso decidi me especializar na área dentro e fora do Brasil.

*Sobre sua experiência com comportamento animal e adestramento?
Há 22 anos que trabalho e estudo o comportamento e adestramento de cães, em diversas áreas como Faro, Cães de Guarda, Busca em Matas, Resgate, entradas táticas e em ambientes prisionais, cães-guia de cego.

*Com relação à Academia de Cinotécnicos e Adestradores?
Funciona nas dependências do Canil Grande Amigo, situado a Av. Parma, 193 – Centenário.

* Como funcionam os cursos da Academia de Cinotécnicos e Adestradores?
São realizados aos finais de semana em horário integral, tendo a parte teórica e prática, com material didático fornecido pelo curso abordando noções de veterinária, adestramento básico e guarda e proteção.

* E quanto aos cursos personalizados?
Também aos finais de semana, porém é individual, com o mesmo conteúdo, exceto a parte veterinária com foco maior na prática.

* Qual é a melhor idade pra adestrar um cão e que tipos de treinamentos podem ser ministrados?
Não tem idade certa, mas o ideal é que seja abaixo de 12 meses. Quanto mais velho o cão for, mais vícios ele terá, o que irá dificultar um pouco o treinamento. Porém até um cão sênior pode ser adestrado. Em relação ao tipo de treinamento vai depender da aptidão de cada cão.

* Os animais fora da faixa etária indicada para adestramento ainda podem ser ensinados?
Sim, desde que o cão tenha as aptidões desejadas e que não tenha nenhuma debilidade.

* Em sua opinião, qual é a importância dos cães policiais em operações especiais?
Um cão substitui dois homens em determinadas missões. O Cão de Polícia, a princípio, atua na prevenção, podendo de imediato passar para a repressão. O efeito psicológico é imediato e eficaz. Atua em Controle de Distúrbios Civis (CDC) e contenção de alas de presídios, faz a varredura preventiva no que se refere a ações terroristas com uso de explosivos e é excelente ferramenta no combate ao tráfico de drogas, visto que o faro do cão é 10 vezes superior a capacidade olfativa do homem.

* Sua mensagem?
“A vida é um combate que os fracos abate, os bravos e os fortes só devem exaltar” e o mais importante é o que meu pai me dizia: tudo que merece ser feito deve ser bem feito. Aprendi nesses longos anos de trabalho com cães que jamais deveremos subestimar o cão.

Shirley Rodrigues
shirleyfolha@hotmail.com
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!
Últimas de
Social
+ Ler mais artigos de Social