Por Folha Web
Em 23/11/2017

NOVA FASE
Ex-integrantes da banda Sheep buscam baterista para novo projeto musical

Começar do zero é o que os integrantes da extinta banda Sheep pretendem a partir deste finalzinho de ano. A última formação da banda, que encerrou suas atividades em 2015, era formada por Ramon Hiama, Handson Gomes, Luan Almeida e Rodrigo Souza e em 2017, ainda sem nome, retorna apenas com os três primeiros integrantes e a procura de um novo baterista.

A Sheep surgiu em meados de 2002 e se apresentou oficialmente pela primeira vez em 2005, após agregar um baterista à banda. Nesse tempo, a banda gravou seis músicas próprias: Palavras ao Vento, Quarta, Agonia, Solidão, Perguntas e Repostas e Dia Perfeito. A banda acabou com dezenas de outras composições não divulgadas e muitas ainda inacabadas. “A ideia é que com esse projeto a gente possa voltar a trabalhar nessas músicas, reaproveitar algumas antigas e fazer novas versões”, destacou Ramon.

 A última apresentação da banda foi em 2015, em um show na Praça do Centro Cívico

A última apresentação da banda foi em 2015, e o encerramento dos trabalhos se deu devido à correria do dia a dia. “Paramos porque não conseguimos conciliar os nossos compromissos pessoais com os ensaios. Hoje, entendo que tínhamos um ponto de vista errado sobre os ensaios e a forma com que deveriam acontecer, parecia que estávamos fazendo por obrigação”, relembrou.

Nesse tempo, a banda não possuía um espaço próprio para ensaios, o que acabava dificultando ainda mais os encontros. “Hoje, estamos cientes de que isso é nosso lazer, um momento para descansar dessa correria e entrar no local do ensaio dispostos a produzir sem pressa. Hoje, temos um local próprio, pequeno, mas aconchegante”, destacou.

A banda Sheep no início de carreira, em meados dos anos 2000

Segundo Ramon, o objetivo é ensaiar e ver as possibilidades que serão apresentadas. “Nós nunca pretendemos ter um repertório de 2h ou 3h para tocar na noite. Sempre quisemos produzir material. Sem pressa e com pé no chão”, disse. Os bateristas interessados em conversar com os demais integrantes e fazer possíveis testes podem entrar em contato através do telefone 98121-0894.

QUEM SABE FAZ AUTORAL
Banda amazonense Nicotines faz parte de coletânea nacional

 A banda amazonense é um dos destaques da coletânea online recém-lançada

A banda amazonense Nicotines está participando da coletânea nacional “Quem Sabe Faz Autoral”, lançada oficialmente no último dia 19 de novembro. A coletânea é virtual e pode ser encontrada no endereço eletrônico http://quemsabefazautoral.blogspot.com.br/ e também no canal do Youtube.

A coletânea é uma iniciativa da produtora cultural e vocalista da banda paulistana Ajna Elizabeth Queiroz “Tibet”, junto com a Rock Brigade Records e apoio da web com as rádios Stay Rock Brazil e A Marca do Rock. O objetivo do projeto é misturar vários estilos para mostrar a diversidade do rock brasileiro, bandas com personalidade e alteridade, novas e antigas, leves e pesadas, em uma cena que coexiste por si só.

“É muito importante essas plataformas de divulgação paras as bandas independentes mostrarem suas músicas. São iniciativas como essas que ajudam ainda mais o circuito do rock no Brasil”, destacou Sandro Nine, vocalista da banda Nicotines. Além de Sandro, a banda é composta por André Cardoso (guitarra), Alderlan Moreira (baixo) e Ciro Jammil (bateria).

A Nicotines surgiu em 2005 e faz um rock clássico, com algumas doses de blues e influências do rock n’roll dos anos 60 e 70. Após 10 anos de estrada, lançou o seu primeiro EP em 2015, intitulado “A Mil Por Hora”, que contém 5 músicas. O EP contém as faixas “A Mil Por Hora”, “Rock Brasileiro”, “Rosa Junkie”, “O Velho Rockstar” e “Óculos Rayban Preto Vintage”.

Quem sabe faz autoral - A coletânea surgiu do rock nascido nos pubs, guetos e garagens das grandes cidades, e apoiando, principalmente as bandas que se deixaram influenciar pelo rock clássico internacional, mas que encontraram sua própria personalidade, musicalidade e identidade musical, idealizada para resgatar o verdadeiro rock brasileiro, produzido no Brasil com o principal objetivo de ajudar as bandas nacionais emergentes.

O projeto conta com o apoio de bandas de variados estilos de rock, de importantes personalidades da cena, de formadores de opinião, agentes culturais, produtores da mídia especializada, virtual, web rádios e web TVs, blogs, fanzines, portais de rock, tatuadores e afins, abrindo caminho e fortalecendo a cena do verdadeiro rock brasileiro e autoral, além de abrir espaço em casas de shows e na grande mídia.

O Projeto Quem sabe faz autoral é mobilizador, principalmente com o intuito de atingir o grande público de rock e ajudar a gerar expectativa real de construção e viabilização de novos projetos, mobilizando as bandas, as casas noturnas, os pubs, os produtores e a cena alternativa no Brasil como um todo. Essa coletânea virtual será mais um canal de divulgação e grande vitrine para as boas bandas que estão batalhando na cena autoral nacional.

Confira o Track List Completo:

TORTURE SQUAD – Dont Cross My Path
TREZZY – Sem Razão.
VOODOOPRIEST – Dominate and Kill
HARPPIA – Black Joe
CLAUSTROFOBIA – Download Hatred
HÂRD ON – We´re Not Going Home Tonight
SALÁRIO MÍNIMO – Fatos Reais
AJNA – Homeless
BRUTAL FACTOR – O Caos se Declara
VÁLVERA – Pra Baixo dos Pneus
SAIGON SAINTS – Her Eyes
BARANGA – Whiskey do Diabo
KAMBOJA – Filha dos Anjos
NICOTINES – O Velho RockStar
IMPÉRIA – Liberte seus Instintos
GUERRILHA – Consciência e Atitude
KURANDEIROS – O Filho do Vodu
AMARGO MALTE – Quando Bate a Saudade
FLORES DO FOGO – Dinheiro.
DRIVE BOX – Don´t Bother
LEE RECORDA – Ferreiro do Céu
TOMADA – No Turning Back

  CASA DO NEUBER  

Nesta quinta-feira, 23, a Casa do Neuber recebe a Banda FirmaSamba. O pré show fica por conta do anfitrião Neuber Uchôa & família, com desconto de 50% de desconto na entrada até as 20h. A damurida é por conta da casa. A Casa do Neuber fica localizada na Rua Paulo Pereira, 206, no São Francisco.

Folha Web
jornalista@teste.com.br
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!
Últimas de
Canoa Pop
+ Ler mais artigos de Canoa Pop