Por Bruno Almeida
Em 16/11/2017

 especial LIGA DA JUSTIÇA 

Filme é divertido e emocionante em algumas cenas, porém poderia ser melhor

Desde o anúncio da produção do longa-metragem que reuniria alguns dos super-heróis do universo da DC Comics, muitos fãs ficaram naquela expectativa de poder conferir na tela grande do cinema tudo aquilo que leram e viram nas páginas dos quadrinhos. Pois bem, o filme “Liga da Justiça” que começou com o diretor Zack Snyder e terminou com o diretor Joss Whedon cumpriu a sua missão: entreter a plateia buscando uma bilheteria mundial gorda. Muitas cenas observadas nos trailers não se encontram no filme, mas isso é normal. Aliás, a produção é muito corrida, porém, cada personagem tem o seu momento, explorando suas histórias e dramas particulares, e, também, introduzindo novos personagens nesse universo, como a heroína Mera (atriz Amber Heard). Existem cenas épicas, como a protagonizada pelas Amazonas e o embate da Liga contra o Superman após ser ressuscitado (alerta spoiler). Muitas referências das HQs ao longo do filme, o que deixa os fãs satisfeitos. Como um tudo, o filme é muito bom, mas poderia ser ainda melhor. Esperamos que a bilheteria seja alta, pois assim teremos uma “Liga da Justiça 2”.

Cenas pós-créditos são pontos altos do filme

Se o filme poderia ser melhor, as cenas pós-créditos foram perfeitas. Não saia da sala de cinema antes de terminar todos os créditos. São duas cenas. A primeira mostra Flash e Superman se preparando para disputar uma corrida para ver quem é o mais rápido dos dois. A segunda envolve dois inimigos que futuramente darão problemas para a Liga. Aliás, diga-se de passagem, que o vilão que aparece nessa segunda cena ninguém esperaria. Não é à toa que todos foram ao delírio quando ele surgiu na tela grande. E a cena expande o universo da DC e nos dá uma ideia do que poderá vir por aí.

Lobo da Estepe, um vilão fraquinho

Um dos pontos negativos, com certeza, é como foi construído o vilão Lobo da Estepe. Nem sempre a tecnologia e os altos efeitos especiais poderão fazer grandes momentos. Neste caso, o CGI não funciona com o vilão, o que chega a comprometer algumas cenas entre ele e os heróis. O que torna extremamente empolgante é ver a Liga da Justiça mostrando os seus poderes contra o vilão. Não é à toa que a câmera sempre procura focar nos heróis e se esquece do vilão. Acho que eles já imaginavam que o personagem não ia agradar. Os soldados do vilão, os parademônios são até melhores que o próprio chefe da bagunça.

Mulher-Maravilha e Aquaman

Os atores Gal Gadot e Jason Momoa nasceram para serem os super-heróis nos cinemas. A princesa Diana está muito mais linda e forte, e o Aquaman (ou Arthur) mostra toda a sua agressividade ao longo das cenas, sem tempo para emoções. Uma vez ou outra existe uma piada bem colocada. Mas, os personagens são ótimos, tem muita coisa em comum e funcionam muito bem na tela. O mundo dos heróis também é mostrado, aliás, o vilão da história, o Lobo da Estepe, invade ambos em busca das caixas maternas, para poder assim, destruir o planeta terra e construir o seu mundo. E é justamente por causa deles, que temos um flashback inacreditável, onde seus ancestrais já haviam enfrentado o inimigo, com a ajuda de guardiões que possuem um anel verde muito poderoso. São segundos, mas o suficiente para enlouquecer os fãs.

Superman, o dono da porra toda

É claro que ele teria que aparecer. Mesmo não estando presente nos pôsteres oficiais, o mundo inteiro sabia que ele voltaria. Precisamente são os 40 minutos finais em diante que temos a presença do filho de Krypton na tela. E ele retorna quebrando geral. Quando ele aparece, não tem mais para ninguém. O grande herói da DC Comics rouba as cenas e mostra toda a sua força contra um vilão que não intimida ele em momento algum. A presença de Ka-El empolga aos demais integrantes, e não precisa de muitos diálogos para perceber que ele é o líder. E uma das coisas negativas do filme talvez seja essa: um vilão muito inferior aos poderes do Superman. Ou então, a Warner e a DC não souberam construir um Lobo da Estepe melhor.

O que poderemos ver no próximo filme

Antes de um possível “Liga da Justiça 2”, teremos filmes solos de alguns personagens, como Aquaman e Batman e as continuações de “Mulher-Maravilha” e “Homem de Aço”. Até lá, novos personagens poderão ser integrados, para uma união futura. Em uma das cenas finais do filme, Bruce Wayne e Diana adentram a uma grande sala de uma mansão, onde ali deva ser o local de reunião da Liga, e o personagem solicita uma mesa com seis cadeiras, porém, afirma que pode haver espaço para mais. Pelo que foi apresentado nesse primeiro filme e analisando os próximos que serão lançados, poderemos ter incorporando o time dos heróis, personagens como Mera, Supergirl, Arqueiro Verde, Shazam, Caçador de Marte e Lanterna Verde. Mas é claro que isso é apenas uma suposição, pois para isso acontecer é preciso que as produções façam ótimas bilheterias.

Bruno Almeida
fale@folhabv.com.br
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!