Por Folha Web
Em 14/12/2017

 QUINTA MUSICAL 
Casa do Neuber promove encontro entre bandas Cruviana e Paricarana

As tradicionais quintas na Casa do Neuber contam com uma novidade esta semana: a casa será palco de um encontro entre as bandas Paricarana e Cruviana, além de contar com participações especiais da Banda dos Hermanos, formada com o apoio da ONG Fraternidade Sem Fronteiras, além do anfitrião e de sua família repleta de artistas. A noite será uma prévia da programação agendada para o período de férias e festas de fim de ano.

De acordo com Neuber Uchôa, sua casa sempre esteve e sempre estará aberta para estes encontros culturais. “Minha casa está de portas abertas a todas nossas bandas e aos nossos artistas, que só aumentam a cada dia. Essa juventude precisa e merece estímulos para seus talentos e eu estou aqui para isso, para ser “o cio da tribo”. É o maior prazer cantar e tocar com eles, recebê-los em minha casa, preparar o palco e o som pra ouvir o que têm a dizer”, destacou o anfitrião.

Cruviana

A Cruviana foi criada a partir do Programa de Extensão (da UFRR) Insikiran-Anna Eserenka em 2013 e é composta por alunos indígenas, do povo Macuxi, de diversos cursos da Universidade Federal de Roraima. A banda tem como proposta divulgar e valorizar a cultura indígena, fortalecendo o protagonismo de jovens indígenas, através de intercâmbios de saberes musicais. Seu repertório é formado por composições autorais e de compositores indígenas e não indígenas.

As composições autorais narram as histórias dos povos e comunidades, traduzem a realidade da vivência dentro e fora das comunidades indígenas, narram a relação com a natureza, marcam identidades e defesa dos direitos indígenas. Seus integrantes trazem como referências musicais suas vivências nas comunidades indígenas onde participavam das rodas de Parixara, mas também influências não indígenas de diversos gêneros musicais, passando pelo sertanejo, forró, rock, reggae e o chamado “forró da maloca” (gênero com grande influência do forró nordestino). Com todas essas influências, o repertório final mescla músicas tradicionais, regionais, nacionais e contemporâneas.

A escolha do nome Cruviana remete à história do povo Macuxi, que se refere ao assobio do vento frio da madrugada, que é o espírito de uma mulher muito linda de cabelos longos e que causa um arrepio e às vezes medo a quem ouve e sente o assobio. O nome Cruviana traduz o nosso símbolo identitário da nossa cultura Macuxi.

Paricarana

A Banda Paricarana foi criada em 2010 pela Pró-reitoria de Assuntos Estudantis e Extensão da UFRR. É um projeto que integra o programa de extensão Mosaico Cultural da Universidade Federal de Roraima e tem o objetivo de fomentar a prática artística no meio acadêmico, por meio de orientação profissional especializada. O grupo é formado por alunos de graduação da UFRR, possuindo repertório variado, que vai do nacional ao internacional, porém, com grande ênfase no regional, a fim de reforçar a identidade local. Atualmente a banda está em sua sétima formação, e há seis formações conta com a orientação da professora de música e atual Coordenadora de Cultura da UFRR, Flávia Ávila.

Esta formação é composta pelos acadêmicos: Diego Ernandes (vocalista – Medicina), Catherine Menezes (vocalista – Medicina), Wellen Crystine (vocalista – Psicologia), Sandro Silva (guitarrista – Música), Luiz Andrade (tecladista – Música), Matheus Araújo (violonista – Geografia), Paulo Henrique (baterista – Música), Vitor Daniel Menezes (baixista – Medicina).

A Casa do Neuber fica localizada na Rua Paulo Pereira, 206, bairro São Francisco. A programação terá início a partir das 19h.

 UM FESTIVAL 

Festival reúne música e solidariedade nesta sexta-feira na Praça do Mirandinha

Um dos eventos mais aguardados dos últimos meses já acontece nesta sexta-feira (15): Um Festival. O festival de música realizado por Gleyson Vaz, vocalista e idealizador da banda De Um, ao lado de diversos parceiros e apoiadores, pretende abrir as portas do cenário independente a artistas locais que já estão na estrada e aos que estão iniciando. Além das apresentações musicais, o festival fará a arrecadação de alimentos não perecíveis e roupas para doação aos necessitados.

Os destaques desta edição ficam por conta das bandas Antigo Sofá, Vinícius Tocantins, The Joy e Banda De Um. A programação terá início a partir das 18h, na Praça do Mirandinha.

 ANTIGO SOFÁ 

A banda Antigo Sofá surgiu no cenário de Boa Vista em abril de 2016 durante uma conversa entre amigos. De lá para cá, a banda passou por várias formações e hoje conta com os seguintes integrantes: Gabriel (voz/guitarra), Iago (Bateria), Luis (Guitarra), Igo (Contrabaixo/voz) e Nadim (sintetizador/teclado/voz).

A banda já tem um EP intitulado como “Passo no Espaço” e já tem projeto de lançar seu primeiro álbum. A banda possui influência de bandas como: Green Day, Arctic Monkeys, The Strokes, Cage the Elephant e outros indies.

 VINÍCIUS TOCANTINS 

Paraense de nascimento e roraimense de coração. Vinícius Tocantins é uma das atrações da primeira edição do Um Festival. Ao longo de sua carreira musical, já fez parte da banda de Indie Rock Somero e foi um dos membros fundadores do Coletivo TomaRRock, que mais tarde tornou-se Coletivo Canoa Cultural. Desde 2011, por meio do lançamento do EP ‘O que te faz bem’, Vinícius segue em carreira solo. Em 2012, ele lançou o compacto ‘A vida vem em ciclos’, em 2014 lançou ‘Equilibrium’ e atualmente está divulgando seu mais recente EP ‘Q’.

 THE JOY 

Formada em 2012, a The Joy manda uma mensagem de vida, alegria e otimismo, através de letras cristãs. A banda costuma ousar nas experiências sonoras, variando de Synths distorcidos aos graves baixos fixantes, com influência nas fontes oitentistas do bom e velho Pos-Punk, costurando seu estilo musical que remete do Joy Division a The Killers, partilhando dessa arte, que é a música, independente de credo ou religião.

Atualmente a banda é formada por Rafael Balieiro e Adi Jr, contando com o apoio de Júnior Bass nos graves. A banda está em processo de conclusão de seu primeiro CD, mas já possui um EP na bagagem. Após um hiato de mais de um ano, a The Joy volta aos palcos de Roraima, apresentando músicas de seu trabalho em processo de conclusão e algumas já conhecidas do primeiro EP da banda.

 DE UM 

A De Um é a banda anfitriã do festival. Com referência de artistas como Tiago Iorc, Os Arrais, The Lumineers e outros, a banda é uma das únicas do estado a seguir pelo caminho do Folk, mantendo sua autenticidade e sua própria identidade apesar das referências. Com apenas dois anos de existência, a banda De Um tem público cativo em diversos lugares do país. Participam ativamente da banda: André Barros (baixista), Janderson Nascimento (Guitarra/Banjo), Adi Junior (bateria/percussão), Carol Barbosa (voz) e Gleyson Vaz (voz/ violão/bumbo).

Folha Web
jornalista@teste.com.br
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!