Por José Maria Neto
Em 13/07/2018

Como será a prova da PMRR

Saudações amigos concurseiros,

Como todos sabem, as provas do concurso para Policial Militar do Estado de Roraima estão se aproximando e serão realizadas pela UERR – Universidade do Estado de Roraima.

Ao analisar as provas anteriores realizadas por essa banca, nota-se que o nível das provas é considerado mediano. As questões são muito parecidas com as da Fundação Carlos Chagas, com a cobrança de texto de lei e enunciados não tão complexos quanto os do Cespe. Nesse caso, não há “historinhas” ou “jurisprudência”, mas sim o famoso control+C control+V na lei. A própria prova de português costuma ter um nível inferior às do CESPE, FCC, ESAF, etc.

Para o concurso da Polícia Militar de Roraima, é interessante que você estude utilizando a lei seca. Pelo que tenho visto, as provas realizadas por esta banca não exigem doutrina, especialmente nos concursos de nível médio (salvo direito administrativo).

A dica agora é ler o máximo possível das leis exigidas pelo edital que, por sinal, são muitas.

Nessa reta final é indispensável que você faça bastantes exercícios e aproveite seu tempo de folga para resolver questões de provas anteriores, de preferência da própria UERR, que é a empresa organizadora do concurso da PMRR. Busque nos sites de concursos e na própria UERR que você vai encontrar várias provas antigas desta banca.

Até mais.

HUMOR


FIQUE LIGADO

► PMRR ALTERA CRONOGRAMA
A PMRR alterou, mais uma vez, o cronograma do seu concurso organizado pela UERR. Dessa vez a alteração recaiu sobre o prazo final para pagamento da taxa de inscrição que passou a ser o dia 25/07/18. O concurso está previsto para ocorrer no dia 26/08/18.

► IBAMA PEDE CONCURSO
Está em análise no Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MPDG) o pedido para a realização de novo concurso do Ibama (Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis). A solicitação foi enviada recentemente e há uma grande expectativa para que a autorização seja liberada ainda este ano.
O requerimento encaminhado solicita um total de 1.888 vagas, e não mais 1.529 como anteriormente. De tais oportunidades, 759 são para técnico administrativo, 832 para analista ambiental e 297 para analista administrativo.

► ADERR REALIZARÁ CONCURSO
A Agência de Defesa Agropecuária do Estado de Roraima determinou a formação de comissão para planejar seu próximo concurso público. Fiquem espertos, vem aí mais um grande concurso.


MAPA MENTAL

Durante seus estudos, o concurseiro deve buscar nas atividades anteriores dados suficientes para montar esquemas de memorização a fim de que seja possível guardar de forma prática o que foi estudado.

Esta técnica tradicionalmente denominada Mapa Mental ou Esquema, costuma ajudar a visualizar a informação e relembrá-los na hora da revisão da matéria e baseia-se na ideia da memória fotográfica.

Para as pessoas que possuem facilidade em decorar imagens, aconselha-se o recurso à informação estruturada, que provoque uma impressão forte na memória e obrigue a uma recordação exata. A grande desvantagem deste método é que não pode ser aplicado a todas as matérias.

Abaixo, segue um mapa mental sobre NACIONALIDADE elaborado especialmente para coluna pelo meu aluno Daniel Silva.


#TESTE SEUS CONHECIMENTOS

(CESPE/2012/TJ-AL/AUXILIAR) No tocante aos poderes da administração, assinale a opção correta.
a) O poder regulamentar da administração pública manifesta-se por meio de atos de natureza normativa, instituidores de direito novo de forma ampla e genérica, com efeitos gerais e abstratos, expedidos em virtude de competência própria dos órgãos estatais.
b) Decorrem do poder de polícia da administração pública os atos que se destinam à limitação dos interesses individuais em favor do interesse público, sendo a autoexecutoriedade a principal característica de todas as medidas de polícia.
c) Segundo a doutrina, o abuso de poder, que pode assumir duas formas, comissiva ou omissiva, efetiva-se quando a autoridade competente, ao praticar ou omitir ato administrativo, ultrapassa os limites de suas atribuições ou se desvia das finalidades administrativas, circunstâncias em que o ato do agente somente poderá ser revisto pelo Poder Judiciário.
d) A prerrogativa de que dispõe a administração pública para não só ordenar e coordenar, mas também para corrigir as atividades de seus órgãos e agentes resulta do poder hierárquico, cujo exercício limita-se ao controle de legalidade.
e) A administração, no exercício do poder disciplinar, apura infrações e aplica penalidades aos servidores e particulares sujeitos à disciplina administrativa, por meio do procedimento legal, assegurados o contraditório e a ampla defesa.

Resposta: Letra E

José Maria Neto
jornalista@teste.com.br
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!