Boa Vista Terça-feira, 22 de julho de 2014
Ano XXXIV
Edição 5572
Um Jornal Necessário

Página Inicial
EDITORIAS
Cidades
Especiais
Esportes
Opinião
Polícia
Política
Variedades
COLUNAS
Área de Luta
Avivamento
Jessé Souza
Minha Rua Fala
Okiá
Parabólica
Shirley Rodrigues
Comentar   Imprimir
  Enviar por E-mail

Cidades                


Violência tornou-se frequente contra turistas ou visitantes

Data: 07/02/2014


Fonte: A A A A

A violência na Venezuela não poupa os brasileiros que vivem naquele país nem os que viajam de férias para aproveitar o mar caribenho. São inúmeros os relatos de assaltos nas estradas e nos hotéis, além de extorsão praticada pela própria polícia ou Guarda Venezuelana.

Apesar disso, a Venezuela é o principal destino turístico dos roraimenses e amazonenses. Em dezembro de 2012, janeiro e fevereiro de 2013, último período de férias com dados contabilizados, vinte mil brasileiros atravessaram a fronteira por Roraima, segundo Eduardo Oestreicher.

O secretário não tem dados quanto ao número de brasileiros vivendo no país vizinho, mas alerta que muitos estão na ilegalidade, o que dificulta o trabalho das autoridades quando ocorrem crimes como o que vitimou Ana Cristina. “Fui a um presídio em Ciudad Bolívar, em dezembro do ano passado, e encontrei 18 brasileiros presos por tráfico de drogas e contrabando sem o conhecimento do Consulado”, relatou.

Oestreicher orienta os brasileiros a informarem ao Consulado sua permanência na Venezuela, mesmo que tenham ingressado de forma ilegal.

A Folha tentou contato com o Consulado da Venezuela, em Roraima, mas ninguém se pronunciou. Ana Cristina deixou três filhos, de 15, 17 e 18 anos, que moram em Boa Vista com parentes.


COMENTÁRIOS
Nome:   
1591-Paulo                          Data: 17:50:05 - 07/02/2014
O motivo da violência na Venezuela contra brasileiro é apenas um e todos sabem: É por que lá os bandidos andam fardados e tem autoriade para roubar os babacas dos brasileiros que se arriscam naquele pais formado por ladrões e miseráveis. Aqui no Brasil, as autoridades nos roubam as escondidas, lá não: é na luz do dia e na cara de pau...

COMENTÁRIOS
Nome:   
299-SANTOS                          Data: 11:20:05 - 07/02/2014
- O senhor Secretário Eduardo Oestreicher está redondamente enganado em suas assertivas. A única coisa que dificulta resolução das agressões sofridas por brasileiros no país vizinho é a incompetência das autoridades, tanto nacionais quanto do Estado de Roraima, aliado ao compadrismo escrachado do governo brasileiro, dito socialista, com o regime de governo venezuelano, de tendência notadamente totalitário, aos moldes "castrista". Discurso é muito bonito, mas não resolve. Inúmeras reuniões já foram realizadas envolvendo os governos do Estado de Roraima e de Bolívar (Venezuela), do Ministério da Relações Exteriores dos dois países, enfim acertos feitos em todos os níveis sem nenhum resultado prático, o que espelha a incapacidade e falta de seriedade de ambos os lados para solucionar a questão. Enquanto isso, os cidadãos que creram na encenação desses atores se arriscam em visitas ao país vizinho e se expõem a toda sorte de humilhações e agressões. Não temos notícia de uma única providência do consulado venezuelano e tenho certeza de que ele vive atulhado de denúncias. O Mercosul, hoje, é uma piada e de muito mal gosto. Bem fêz o Paraguai que não aceitou retornar e como consequência foi o único país da América Latina a apresentar um crescimento descente, superior a todos os demais deste continente e até mesmo de muitas outras economias consideradas prósperas mundo afora. Vergonha Roraimense. Vergonha nacional.

.: Publicidades :.






Assinatura Voltar à Página Principal Denúncias Classifolha Fale Conosco Voltar à Página Principal
Copyrigth © 2014 - Folha de Boa Vista - Todos os Direitos Reservados
Voltar à Página Principal Classificados Denúncia Expediente Assinatura Voltar à Página Principal